Resumo Trabalho

EFEITO DA MANIPULAÇÃO DE MOVIMENTO DOS MEMBROS SUPERIORES NA ACELERAÇÃO DO CENTRO DE MASSA DURANTE O ANDAR DE INDIVÍDUOS COM DOENÇA DE PARKINSON.

VINICIUS CAVASSANO ZAMPIER, DIEGO ORCIOLI-SILVA, NÚBIA RIBEIRO DA CONCEIÇÃO, PRISCILA NÓBREGA DE SOUSA e orientado por LILIAN TERESA BUCKEN GOBBI e orientado por LILIAN TERESA BUCKEN GOBBI

A redução do balanço dos braços durante o andar é um sinal comum na doença de Parkinson (DP) e está associada com um aumento no risco de quedas. Com isso, é possível evidenciar uma importante relação entre o controle dos membros superiores com o equilíbrio no andar. Assim, o objetivo do estudo foi verificar a influência do balanço dos braços na aceleração do centro de massa (CoM) de idosos com DP e neurologicamente sadios durante a marcha. Participaram 17 idosos com DP e 19 neurologicamente sadios (GC). Para a análise do balanço dos braços no andar, os participantes percorreram uma distância de 10 metros em 4 condições experimentais: velocidade preferida (VP), com aumento da amplitude do movimentos dos braços (AB), com aumento da frequência do movimento dos braços (FB) e sem movimentar os braços (SB). A ordem das condições experimentais foi iniciada sempre pela condição VP e as demais eram randomizadas buscando minimizar a interferência das demais condições na VP. A aceleração do CoM nos sentidos anteroposterior, médio lateral e vertical foi analisada por meio de um acelerômetro posicionado na quinta vertebra lombar. Para análise estatística do efeito do balanço dos braços na marcha foi realizada ANOVA two-way com fator para grupo e condição, com medidas repetidas para o último fator. A ANOVA apontou interação entre grupo e condição para a aceleração máxima nos sentidos vertical (F6,29=3,574, p=0,027), médio lateral (F6,29=11,636, p

Veja o artigo completo: PDF