Resumo Trabalho

PRÁTICAS DE CUIDADOS EM ENFERMAGEM AO BINÔMIO IDOSO COM DOENÇA DE ALZHEIMER E FAMILIAR/CUIDADOR

JOSÉ ANTONIO DA SILVA JÚNIOR, DHÉBORA RHANNY RIBEIRO ESCOREL BARROS, JOSEFA RAQUEL LUCIANO DA SILVA, TAYNÁ DA SILVA BRITO e orientado por ANA CLAUDIA TORRES DE MEDEIROS e orientado por ANA CLAUDIA TORRES DE MEDEIROS

A doença de Alzheimer (DA) é responsável por aproximadamente 50-70% de todas as demências, superando a marca de 15 milhões de pessoas acometidas no mundo. A maneira como os familiares/cuidadores compreendem e enfrentam a DA é de bastante interesse para a enfermagem e equipe multiprofissional devido à função que estas desempenham no processo terapêutico. O objetivo do presente estudo foi analisar as principais práticas de cuidados em enfermagem para o binômio idoso com DA e a familiar/cuidador. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, sendo a pesquisa realiza no mês de agosto de 2017 nas fontes de dados SciELO e BVS, utilizando como questão norteadora: "Quais as principais práticas de enfermagem para o binômio família/cuidador e paciente com DA?" Foi realizada a leitura e selecionados 47 artigos que estavam de acordo com o objetivo traçado no primeiro momento. Após a leitura, os artigos foram classificados em três categorias. Nota-se que, para a realização do cuidado de enfermagem ao binômio idoso e familiar/cuidador é necessário que haja formação adequada dos profissionais nessa área; que haja uma atenção voltada de forma específica à saúde do familiar/cuidador; e estratégias de intervenções que melhorem a qualidade de vida do idoso. Com esse intuito, a atenção à saúde do familiar/cuidador do idoso com DA também deve ser um foco de trabalho da equipe de saúde de maneira interdisciplinar, pois pelo que foi verificado com a pesquisa realizada, a qualidade de vida do familiar/cuidador tem impacto significativo na saúde do idoso com DA.

Veja o artigo completo: PDF