Resumo Trabalho

ENVELHECIMENTO, SERVIÇO SOCIAL E REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL: ARTICULAÇÕES POSSÍVEIS

DORISÂNGELA MARIA DE OLIVEIRA LIMA, MARCIA CELIANY RODRIGUES MEDEIROS, ANA CLARA JALES MORAIS

O envelhecimento, como fase natural da vida É marcado por mudanÇas fÍsicas, emocionais e sociais, reconhecido como uma Área de estudo com inÚmeras possibilidades de intervenÇÕes multidisciplinares, alÉm de refletir uma necessidade real de adequaÇÃo da sociedade para melhor oferecer condiÇÕes materiais, sociais e estruturais para que a referida fase seja desfrutada com qualidade e dignidade. Pessoas que vivenciam a fase do envelhecimento mais marcadamente, enfrentando suas metamorfoses, limitaÇÕes e possibilidades, seja no tocante À idade prÓxima, igual ou superior aos 60 anos, quando legalmente jÁ sÃo definidos como idosos, fazem parte do pÚblico atendidos pelos/as Assistentes Sociais em diferentes campos. No presente trabalho, serÁ dada Ênfase a algumas experiÊncias da equipe de ServiÇo Social do Instituto Municipal de PrevidÊncia Social dos Servidores de MossorÓ (PREVI MossorÓ), a qual, entre outras aÇÕes desenvolvidas, aquelas voltadas ao pÚblico de pessoas na iminÊncia da aposentadoria e aposentados, alguns jÁ idosos, ganham destaque e jÁ mostram resultados positivos no sentido de garantir acesso a alguns direitos e contribuir para a melhoria e bem estar destas pessoas. Ressalta-se que, embora ainda insipiente no tocante a produÇÕes cientÍficas e bibliogrÁficas, os Regimes PrÓprios de PrevidÊncia Social (RPPS) de municÍpios sÃo espaÇos potentes em estabelecer conexÕes entre o ServiÇo Social com o pÚblico de idosos ou mesmo pessoas que jÁ vivenciam mais fortemente os impactos do envelhecimento. A metodologia tem uma abordagem qualitativa, delineada por pesquisa bibliogrÁfica, documental e empÍrica, fruto da inserÇÃo das autoras na Área abordada, por vivÊncias do cotidiano da rotina de trabalho, e pela observÂncia no relevante papel que o serviÇo social desenvolve no instituto para alÉm do papel central dos RPPS na assistÊncia aos servidores na prÉ e pÓs aposentadoria e consequentemente o processo de envelhecimento. O referencial teÓrico prioritÁrio, alÉm de contar com normativas que alicerÇam a atuaÇÃo com o pÚblico em questÃo, tambÉm contempla autores de referÊncia no trato dos assuntos propostos. Entre os principais resultados estÁ a possibilidade de criar pontes entre trÊs Áreas amplas, porÉm com capacidade de ligaÇÕes, bem como, suscitar novas ideias e intervenÇÕes do ServiÇo Social no espaÇo sÓcio-ocupacional em questÃo e reflexÃo acerca das alternativas de tentar mediar direitos, ampliar a proteÇÃo social, mesmo em um contexto de tantos retrocessos neste campo.

Veja o artigo completo: PDF