Resumo Trabalho

ENVELHECIMENTO E RESILIÊNCIA: UMA LEITURA DA POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE DA PESSOA IDOSA

ALMIRA LINS DE MEDEIROS, AYANNA CARLA DE MORAES GERÔNCIO, LARISSA PONTES CARVALHO GOMES , RITA DE CÁSSIA DANTAS DE FREITAS e orientado por EMILY SOUZA GAIÃO E ALBUQUERQUE

O PRESENTE ESTUDO REALIZA UMA LEITURA DA POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE DA PESSOA IDOSA TOMANDO COMO BASE CONCEITOS-CHAVE COMO ENVELHECIMENTO, VULNERABILIDADE E RESILIÊNCIA. A PARTIR DA ANÁLISE DESTA LEGISLAÇÃO, OBJETIVA-SE VERIFICAR COMO NELA SE ENCONTRAM PREVISTAS AS CONDIÇÕES DE EXISTÊNCIA DE FATORES DE PROTEÇÃO QUE CONTRIBUEM PARA CONDUTAS PRÓPRIAS DE PESSOAS RESILIENTES. O MÉTODO UTILIZADO FOI UMA REVISÃO DE LITERATURA ASSOCIADA À ANÁLISE DOCUMENTAL. NO TEXTO DA LEGISLAÇÃO EM ESTUDO, OS FATORES DE PROTEÇÃO ENCONTRADOS RELACIONAM-SE A REDES DE APOIO SOCIAL, SUPORTE FAMILIAR E ATRIBUTOS DISPOSICIONAIS POSITIVOS. CONCLUIU-SE QUE OS FATORES DE PROTEÇÃO QUE PODEM FAVORECER O LIDAR COM PROBLEMAS E SUPERAR OBSTÁCULOS NA VELHICE NÃO POSSUEM ESTRATÉGIAS ESPECÍFICAS POR MEIO DAS QUAIS A PROTEÇÃO POSSA SER EFETIVADA; ATRIBUEM-SE AO IDOSO RESPONSABILIDADES DO ESTADO; E FAVORECE-SE A INSERÇÃO DO IDOSO NO SISTEMA DE PARES, MAS SE “DESCONHECE” A IMPORTÂNCIA DAS RELAÇÕES INTERGERACIONAIS. O ESTUDO INDICIA A POSSIBILIDADE DE PESQUISAS OUTRAS QUE APROFUNDEM AS ANÁLISES, POR ISSO CONSTITUI-SE ENQUANTO SUPORTE PARA O DESENVOLVIMENTO DESTAS.

Veja o artigo completo: PDF