Resumo Trabalho

ACOMPANHAMENTO DOMICILIAR DE IDOSA PORTADORA DE DOENÇA CRÔNICA

MILLENA CAROLINE RODRIGUES DOS SANTOS, LUANNA SARAH EVANGELISTA MELO, RANNA GOMES DE SOUSA SILVA, AFRA CRISTINA DE SOUSA SANTOS e orientado por RENATO FELIPE DE ANDRADE e orientado por RENATO FELIPE DE ANDRADE

O diabetes se encaixa no grupo de doenças metabólicas com algumas características peculiares, entre elas a hiperglicemia associada a complicações, insuficiência de alguns órgãos como rins, olhos, coração, vasos sanguíneos e nervos. A pesquisa a seguir teve como objetivo identificar através de visitas domiciliares as principais intercorrências que podem ocorrer em uma paciente portadora de Diabetes Mellitus tipo 2, buscando melhoria na qualidade de vida. Este estudo caracteriza-se por um estudo de caso, de corte transversal, de caráter descritivo. Realizado com uma paciente diabética no seu domicilio, onde foram realizadas visitas domiciliares pelos pesquisadores e profissionais vinculados a ESF Vicente Baldoino em Picos-Piauí, de maio a junho de 2017. Aplicou-se um questionário: ficha de avaliação clínica, estruturado com questões sobre identificação do paciente e características da diabetes. Em seguida procederam-se as seguintes avaliações: (1) índice glicêmico, através do medidor de glicose da marca Accu-chek; (2) sensibilidade tátil, térmica e dolorosa com pincel (tátil), água quente e fria (térmica) e agulha (dolorosa); (3) inervação, através do kit estesiômetro; contendo filamentos com diâmetros entre 0,05g e 300g, da marca centermedical; (4) Função muscular. Ao finalizar foi possível notar uma repercussão favorável ao objetivo traçado, pois através da implementação dos cuidados visualizou-se uma redução nos níveis de glicemia da paciente, além de notar que a mesma havia compreendido sobre a importância de aderir aos hábitos saudáveis para melhoria da qualidade de vida.

Veja o artigo completo: PDF