Resumo Trabalho

ATUAÇÃO DO NASF NA ATENÇÃO A SAÚDE DO IDOSO NO MUNICIPIO DE JOÃO PESSOA

CLARISSA MADRUGA HOLANDA, MYLENA ANGELICA LEITE GABRIEL, MARTA JANIELE FERREIRA DE SOUZA, CICERA PATRICIA DANIEL MONTENEGRO

O NASF (Núcleo de apoio a saúde da família) foi criado em 2008, com o objetivo de ampliar o escopo de ações na atenção básica, e também aumentar a sua resolutividade. É uma equipe composta por profissionais que dão suporte as equipes do saúde da família e pode atuar considerando qualquer ciclo de vida das pessoas do seu território de abrangência, sendo assim a população idosa faz parte dessa possibilidade de intervenção, seja de forma individual como também atendimento em grupo. O trabalho tem como objetivo principalmente relatar a experiência vivenciada por profissionais do NASF que realizam atividades com idosos, demonstrando a importância dessa prática e seus resultados. Nas salas de espera, são abordados diversos temas, inclusive o envelhecimento e o que seu processo pode acarretar, trabalhando assim a prevenção e promoção a saúde. Nos grupos de idosos tem uma ação bem efetiva, abordando as temáticas como a prevenção de quedas; apresentação do estatuto do idoso, tratando de seus direitos e deveres; oficina de memória e linguagem; atividade física; alimentação saudável; dentre outros. A visita domiciliar também em sua grande maioria é feita a idosos, geralmente acometidos por um AVE, doenças como Parkinson ou Alzheimer, além de fraturas de fêmur, decorrente de quedas. Dificuldades em andar, falar e deglutir são as queixas mais frequentes, cada profissional de acordo com seu núcleo especifico, realiza uma avaliação e orienta o paciente sobre as condutas que devem ser realizadas, podendo fazer retornos ao domicilio para observar a evolução ou encaminhar para o SAD (Serviço de Atendimento Domiciliar), quando necessário, A assistente social tem sido muito solicitada pelas equipes de saúde da família para intervir junto aos órgãos competentes em casos de negligência familiar com relação ao idoso, casos de violência, vulnerabilidade e risco social. Diante dos resultados obtidos fica clara a importância das equipes NASF no cuidado a saúde do idoso, mantendo a capacidade funcional dessa população, promovendo um envelhecimento saudável, dentro de uma integração entre a saúde física e mental, independência e autonomia, interação social e suporte familiar. Mesmo na presença de alterações patológicas, realizando orientações ao paciente e seus familiarescuidadores.

Veja o artigo completo: PDF