Resumo Trabalho

AVALIAÇÃO DOS EFEITOS DOS EXERGAMES SOBRE A COGNIÇÃO E O EQUILÍBRIO DE UM IDOSO COM DEMÊNCIA DE ALZHEIMER

VILÂNIA KLÉBIA LÁU ALVES, DANNYELLEN GOMES LOPES e orientado por TATIANE COSTA MEDEIROS e orientado por TATIANE COSTA MEDEIROS

ALVES, Vilânia Klébia Láu. Avaliação dos Efeitos dos Exergames sobre a Cognição e o Equilíbrio de um Idoso com Demência de Alzheimer. João Pessoa/PB, 2017. Monografia Para Conclusão do Curso de Fisioterapia. Faculdade de Ciências Médicas da Paraíba. A Demência de Alzheimer (DA) gera um declínio funcional progressivo e perda gradual da autonomia, ocasionando nos indivíduos que são afetados dependência total, devido à degeneração das funções cognitivas e do desempenho de atividades da vida diária. De acordo com o desenvolvimento da demência ocorrem distúrbios de memória, déficits de atenção, prejuízos nas habilidades visuoespaciais e nas outras funções. O uso da terapia com realidade virtual contribui para o desenvolvimento da motivação para a aprendizagem devido ao fato lúdico que possui. Sendo assim, faz-se necessário o estudo e a avaliação dos efeitos dos exergames, para que este possa se tornar um recurso coadjuvante no processo de reabilitação. O objetivo desse estudo foi avaliar os efeitos dos exergames sobre a cognição e o equilíbrio do idoso com Demência de Alzheimer. A pesquisa caracteriza – se como um estudo de caso, composto por um paciente do gênero masculino, com 79 anos de idade, avaliado através do MEEM e da Escala Tinetti, antes e após a intervenção. Foram realizados 08 atendimentos de Wii reabilitação seguindo o protocolo de treinamento com o Nintendo Wii, utilizando jogos do Wii Fit Plus (Cabeceos; Plataformas; Rio Abajo e Pesca Bajo Cero) com 3 repetições cada, sendo realizada dois atendimentos por semana. Foram encontrados nos instrumentos os seguintes valores: MEEM (Avaliação: 10 / Reavaliação: 14) e na Escala deTinetti (Avaliação: 26 / Reavaliação: 28). Em relação à média de evolução dos jogos nos momentos da avaliação e reavaliação foram obtidos os seguintes resultados: Rio Abajo (Avaliação: 106,67; Reavaliação: 732,33); Pesca Bajo Cero (Avaliação:27,67; Reavaliação:42,33); Cabeceos(Avaliação: 5,67; Reavaliação: 4,33); Plataformas (Avaliação: 6,67; Reavaliação: 3,33). Baseando – se nesses dados conclui – se que o uso da Gameterapia foi eficaz no incremento do equilíbrio e cognição do paciente que possui DA devido à formação de novos engramas motores, proporcionados pela repetição dos movimentos, integração sensório-motora e dinamicidade dos jogos. Contudo, é necessário que novos estudos sejam realizados com novas amostras, tempo e maior quantidade de sessões, para a promoção de embasamento científico que viabilize o uso da Wii Reabilitação como um novo recurso no tratamento de pacientes com DA.

Veja o artigo completo: PDF