Resumo Trabalho

CÍRCULO DE CULTURA COMO ESTRATÉGIA DE EDUCAÇÃO SOBRE VIOLÊNCIA FINANCEIRA COM IDOSOS DA CIDADE MADURA

AUDILEIDE OLIVEIRA DA SILVA, JOVELINA FERNANDES DOS SANTOS, LUÊNYA GOMES DA NÓBREGA, ÂNGELA ALVES DE OLIVEIRA e orientado por PAULA FRASSINETTI OLIVEIRA CEZÁRIO e orientado por PAULA FRASSINETTI OLIVEIRA CEZÁRIO

Atrelado ao processo de envelhecimento surgem às alterações fisiológicas do organismo, ocasionando de certa forma vulnerabilidade e fragilidade ao idoso, nessa nova condição de vida, essa população pode ser vítimas de violência, sendo que o abuso econômico-financeiro e patrimonial torna-se uma prática muito vivenciada pelos idosos. Tendo em vista os aspectos evidenciados acerca do envelhecimento e as dificuldades enfrentadas pelos idosos, este referido trabalho teve como objetivo relatar a experiência vivenciada por graduandos de enfermagem ao executarem uma atividade educativa com idosos beneficiados por um Programa Habitacional, onde foi realizado um círculo de cultura para discutir sobre a violência financeira e o risco que a mesma incide no seu cotidiano como também para sua saúde física e mental. Trata-se de um estudo descritivo, tipo relato de experiência, baseada em uma atividade educativa realizada por discentes do curso em enfermagem de uma universidade pública e idosos do condomínio Cidade Madura. Dentro desse contexto, propôr-se a seguinte temática para a atividade educativa: “Discutindo a violência financeira com os idosos” com a intenção de promover saúde a essa população. Para isso, realizou-se uma ação educativa utilizando os seguintes materiais: papel cartão contendo impressos e placas feitas com palito de madeira e folha de papel trazendo perguntas. Cada uma das perguntas foi discutida entre os estudantes e idosos, no qual eles puderam expor seus conhecimentos e suas dúvidas sobre a temática trabalhada, e assim, foram esclarecidas pelos estudantes de maneira dinâmica para que todos pudessem entender. Também pode-se perceber que muitos idosos sequer conhecem os seus direitos e não sabem a quem recorrer nessas situações, e pouco sabem que essas práticas constituem crime e que os seus autores podem ser punidos severamente. Desta forma, o círculo de cultura promoveu o fortalecimento de ações voltadas para prevenir o surgimento de novos casos de violência financeira, bem como possibilitou uma reflexão acerca do tema em questão onde os idosos puderam ampliar seu próprio conhecimento em relação às questões políticas e as leis que respaldam seus direitos.

Veja o artigo completo: PDF