Resumo Trabalho

UNIVERSIDADES ABERTAS À TERCEIRA IDADE: CARTILHA DE DIREITOS HUMANOS E AULA PARA IDOSOS COMO EXPERIÊNCIAS DIFERENCIADAS

ROBERTO BASTOS DE OLIVEIRA JÚNIOR, ANA MARIA VIOLA DE SOUSA e orientado por ANA MARIA VIOLA DE SOUSA e orientado por ANA MARIA VIOLA DE SOUSA

A longevidade é uma qualidade que todos, de forma geral desejam alcançar. Porém, a vida considerada apenas sob o ponto de vista de extensão dos anos, não tem nenhum sentido. As disposições legais brasileiras avançaram muito; políticas públicas com foco nos idosos estão bastante difundidas, mas ainda existe espaço para novas abordagens. O envelhecimento é um processo multifacetado comportando diferentes formas de prolongamento da vida. Por isso há idosos que alcançam a felicidade por si mesmos, mas há outros aos quais devem ser dirigidas estratégias para apoiar ou facilitar esse processo, otimizar ganhos, dispensando cuidados para que a vida lhes seja valorizada.O propósito do presente artigo descreve, sob modalidade de estudo de caso, dois projetos efetivados numa Instituição de Ensino Superior, na construção de políticas públicas aos idosos. Dentro do programa Universidade Aberta à Terceira Idade, a elaboração e distribuição de Cartilha de Direitos Humanos e Aulas de Direito dos Idosos são duas experiências diferenciadas de intervenção com os idosos que evidenciam impactos positivos, destacando-se: o aprendizado com maior envolvimento social, a clareza de seus direitos e a melhor forma de exercitá-los.

Veja o artigo completo: PDF