Resumo Trabalho

RELATO DE EXPERIÊNCIA: FEIRAS DE SAÚDE COMO INSTRUMENTO PARA VIGILÂNCIA E EDUCAÇÃO NUTRICIONAL DE ADULTOS E IDOSOS EM GOVERNADOR VALADARES - MG.

CLARICE LIMA ALVARES DA SILVA, ANDRÉIA CRISTIANE CARRENHO QUEIROZ, REGINA GENDZELEVSKI KELMANN

O processo de envelhecimento é caracterizado por alterações diversas que se associam ao aumento do risco de doenças e mortalidade na população, tornando o indivíduo mais vulnerável a ocorrência de problemas como sofrimento/depressão, declínio funcional e dependência física, isolamento social e abandono, além da perda de produtividade e dificuldade em contribuir para a comunidade em que vive. Práticas alimentares inadequadas cada vez mais se relacionam à ocorrência de doenças. A obesidade tem aumentado em grandes proporções sua ocorrência na população, de forma que mais da metade dos brasileiros, 53,8%, está acima do peso ideal, sendo 18,9% classificados como obesos. Diante desta realidade, o monitoramento do estado nutricional da população se torna importante ferramenta em saúde pública, pois possibilita a identificação de grupos em risco e direciona ações educativas em saúde e nutrição. Alterações na composição corporal são comuns no processo de envelhecimento e podem ser exacerbadas por desvios nutricionais e má alimentação existentes ainda na vida adulta, sendo importante o acompanhamento nutricional ao longo do processo de envelhecimento. Este trabalho monitorou o estado nutricional e realizou atividades educativas através de feiras livres de saúde para a população adulta e idosa de Governador Valadares, Minas Gerais. Foram realizadas 8 feiras livres interdisciplinares de saúde, atendendo 389 adultos e idosos. As ações de nutrição englobaram avaliação do estado nutricional por meio do Índice de Massa Corporal e orientação com base no diagnóstico. Foram atendidos principalmente mulheres (76,4%) e idosos (75,3%), com ampla ocorrência de desvios nutricionais (67,4%, n=262). Orientações individualizadas foram realizadas para possibilitar escolhas alimentares saudáveis e mudança de comportamento. O projeto estimulou um modelo de atenção construído a partir da educação e despertar crítico para o autocuidado da população.

Veja o artigo completo: PDF