Resumo Trabalho

E SE VIVÊSSEMOS TODOS JUNTOS? (2011) VICISSITUDES PARA O ENVELHECER (SER)

ANA CAROLINE ALVES DA COSTA, DANIELLE DE LIMA MEDEIROS, RITA DE CÁSSIA DA SILVA COSTA e orientado por KARYNNA MAGALHÃES BARROS DA NÓBREGA

EFEITO DO TRABALHO DE MONITORIA DA DISCIPLINA GENEALOGIA DA CONSTRUÇÃO DA SUBJETIVIDADE III: IDOSO, NO CURSO DE PSICOLOGIA DA UFCG, ESTE ARTIGO PRETENDE ANALISAR O FILME “E SE VIVÊSSEMOS TODOS JUNTOS?”” (2011), NUMA PERSPECTIVA PSICANALÍTICA DE ORIENTAÇÃO LACANIANA, PARA PROBLEMATIZAR AS SINGULARES FORMAS COM QUE OS SUJEITOS/PERSONAGENS DO FILME CONSTROEM E VIVEM A VELHICE DE MANEIRA PARTICULAR E EM GRUPO. NA INTRODUÇÃO ENFATIZAMOS COMO ESTA PELÍCULA ABORDA A VELHICE DIFERENTE DO IMAGINÁRIO CULTURAL QUE CONCEBE A VELHICE NUMA PERSPECTIVA NEGATIVA, NO FILME, AO CONTRÁRIO, DESTACA-SE O PROTAGONISMO DO SUJEITO VELHO COMO UM SUJEITO DE DESEJO. OPTAMOS POR DIVIDIR O TRABALHO EM TRÊS PARTES. NA PRIMEIRA PARTE, “O VELHO E O LAÇO SOCIAL”, ANALISAMOS A RELAÇÃO DO VELHO COM O LAÇO SOCIAL, QUE RESSALTA AS DIVERSAS FORMAS DE SE ENLAÇAR NA VIDA ATRAVÉS DO OUTRO; NA SEGUNDA PARTE, “VICISSITUDES PARA O ENVELHECIMENTO: A SERENIDADE E A PATOLOGIA”, PERCEBEMOS DIFERENTES VIAS PARA O ENVELHECIMENTO, DESTACAMOS A IMPORTÂNCIA DO INVESTINDO NA VIDA, PARA UM ENVELHECIMENTO SERENO (GOLDFARB, 2004),, BEM COMO A NÃO EXISTÊNCIA DE OBJETOS PAIXÃO E PROJETOS DE CURTA DURAÇÃO PODERÁ RESULTAR EM UMA VELHICE PATOLÓGICA. NA TERCEIRA PARTE, “RESULTADOS E DISCUSSÕES”, REALIZAMOS A ANÁLISE PROPRIAMENTE DITA, FAZENDO RELAÇÃO DO QUE É APRESENTADO NO FILME COM O REFERENCIAL TEÓRICO. POR FIM, ENFATIZAMOS AS RELEVÂNCIAS DO FILME E DESTA ANÁLISE.

Veja o artigo completo: PDF