Resumo Trabalho

CONTRIBUIÇÃO DA TEORIA DAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS NA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM IDOSOS ACOMETIDOS POR DEPRESSÃO

JÚLIA SILVA FONSECA DOS ANJOS, SAMYRA KELLY DE LIMA MARCELINO, MARILIA SOUTO DE ARAUJO e orientado por SORAYA MARIA DE MEDEIROS

COM O PROCESSO DE ENVELHECIMENTO, AS LIMITAÇÕES FUNCIONAIS E FAMILIARES REPERCUTEM NA PRIVAÇÃO DA AUTONOMIA DO IDOSO E LEVAM AO DESENVOLVIMENTO DA SOLIDÃO. APESAR DE ACOMETER GRANDE PARTE DA POPULAÇÃO IDOSA, A DEPRESSÃO É COMUMENTE CONFUNDIDA COM A SENILIDADE E SE MANTÉM SUBDIAGNOSTICADA NOS SERVIÇOS. NESSE CONTEXTO, A ENFERMAGEM TEM SIGNIFICATIVA IMPORTÂNCIA NO ACOMPANHAMENTO DO IDOSO, PARA DIAGNOSTICAR SUAS NECESSIDADES E DESENVOLVER ESTRATÉGIAS QUE FACILITEM A COMUNICAÇÃO. PARA SISTEMATIZAR ESTRATÉGIAS COMUNICATIVAS QUE PERMITAM DESENVOLVER HABILIDADES PRÁTICAS EM GERONTOLOGIA, A TEORIA DO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL DEMONSTROU-SE ESSENCIAL PARA UM ATENDIMENTO HUMANIZADO, PREZANDO A AUTONOMIA E DESENVOLVIMENTO DE VÍNCULO. EM VISTA DISSO, O PRESENTE ESTUDO BUSCA DESCREVER COMO A TEORIA DAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS PODE SUBSIDIAR A ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA ABORDAGEM AO IDOSO ACOMETIDO POR DEPRESSÃO, NO INTUITO DE MELHORAR A QUALIDADE DO SERVIÇO PRESTADO À COMUNIDADE. O REFERIDO ESTUDO TRATA-SE DE UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA SISTEMÁTICA, CUJO LEVANTAMENTO DOS DADOS FOI REALIZADO ENTRE OS MESES DE MARÇO E MAIO DE 2019, NAS BASES DE DADOS: SCIELO, LILACS, PUBMED/ NCBI E GOOGLE SCHOLAR. COMO CRITÉRIOS DE INCLUSÃO FORAM INSERIDAS: PUBLICAÇÕES NOS IDIOMAS PORTUGUÊS, INGLÊS E ESPANHOL, DISPONÍVEIS GRATUITAMENTE EM TEXTO COMPLETO, QUE ABORDASSEM A DEPRESSÃO EM IDOSOS, A TEORIA DE ENFERMAGEM E SUA APLICABILIDADE NA ASSISTÊNCIA À ESTE PÚBLICO-ALVO. ENCONTROU-SE UM TOTAL DE 2.845 ESTUDOS, COM 252 ARTIGOS MANTIDOS APÓS A PERMUTAÇÃO, PORÉM APENAS 10 FORAM SELECIONADOS PARA CONTRIBUIR COM A ELABORAÇÃO DA PESQUISA. NOTA-SE A NECESSIDADE DE CAPACITAÇÃO DAS EQUIPES DE SAÚDE PARA ESCUTA QUALIFICADA DOS IDOSOS.

Veja o artigo completo: PDF