Resumo Trabalho

ENVELHECENDO “CONECTADO”: A EDUCAÇÃO DIGITAL COMO FERRAMENTA DE EXERCÍCIO DA CIDADANIA E INCLUSÃO DO PÚBLICO ADULTO E IDOSO

MARIA CLARA DOMINGOS DE ARAÚJO SOUSA, CLAUDIO JOSE DOS SANTOS JUNIOR, GUILHERME CALIXTO DOS SANTOS NEVES, RAQUEL DE LIMA CHICUTA e orientado por JAILTON ROCHA MISAEL e orientado por JAILTON ROCHA MISAEL

As novas tecnologias proporcionam o acesso à informação e possibilitam a sua manipulação de forma cada vez mais eficiente. O domínio das ferramentas tecnológicas são indispensáveis, pois para ter acesso às informações e inteirar-se com as atualidades, é preciso saber manusear corretamente esses recursos. O computador, associado à internet, é a ferramenta de maior importância dentro de uma sociedade informatizada, pois contribui diretamente para a ampliação do conhecimento das pessoas e para a redefinição das formas de comunicação entre os seres humanos, principalmente para uma polpação que não acompanhou as mudanças da era da “Revolução Digital”, que é o público adulto e idoso. O presente estudo objetiva apresentar a importância da experiência de inclusão digital realizada pelo Projeto de Extensão “Informatizar Para Incluir”, do IFAL – Campus Maceió. De um modo geral, o projeto visou à oferta de capacitação em Informática Básica para moradores de comunidades carentes da cidade de Maceió, principalmente adultos e idosos, e envolveu um total de 30 participantes, os quais foram atendidos pela capacitação que teve duração de 50 horas e que abordou como tema central os seguintes módulos : Introdução a Informática e Sistema Operacional, Editor de Texto Aplicado, Planilha Eletrônica, Gerenciador/Editor de Apresentações e Internet. Como resultado do Projeto, verificou-se que, a partir do conhecimento transmitido durante a capacitação, os participantes apresentaram um desenvolvimento positivo em relação à absorção do conteúdo abordado e sua aplicabilidade, tal como a utilização das redes sociais e a manipulação das funcionalidades básicas do computador. Concluiu-se que o Projeto “Informatizar Para Incluir” cumpriu com a sua função, de promover a inclusão digital dessa população muitas vezes a margem do período digital, e contribuiu significativamente para uma nova dimensão da cidadania, considerando as novas possibilidades e alternativas de inclusão informacional e cognitiva propiciadas pelo contato com o universo das novas tecnologias.

Veja o artigo completo: PDF