Resumo Trabalho

CARACTERIZAÇÃO CLÍNICA DE PACIENTES COM ESCLEROSE MÚLTIPLA DE UM HOSPITAL DO SUL DO BRASIL

GABRIELA MAGALHÃES PEREIRA, NAYRON MEDEIROS SOARES, JEFFERSON BECKER, ROSIÊNE VIEIRA DA SILVA e orientado por ROSA MARIA MARTINS DE ALMEIDA

A ESCLEROSE MÚLTIPLA (EM) É UMA DOENÇA AUTOIMUNE, PROGRESSIVA, DESMIELINIZANTE E INFLAMATÓRIA QUE AFETA O SISTEMA NERVOSO CENTRAL. O CURSO DA DOENÇA É VARIÁVEL, PODENDO SER DO TIPO SURTO-REMISSÃO OU APRESENTAR UM CURSO PROGRESSIVO. O OBJETIVO DESTE ESTUDO FOI DESCREVER AS CARACTERÍSTICAS SOCIODEMOGRÁFICAS E CLÍNICAS DE PACIENTES COM ESCLEROSE MÚLTIPLA, ATENDIDOS NO SERVIÇO DE NEUROLOGIA DE UM HOSPITAL DO SUL DO BRASIL. A AMOSTRA FOI DO TIPO NÃO PROBABILÍSTICA POR ACESSIBILIDADE COMPOSTA POR 30 VOLUNTÁRIOS COM DIAGNÓSTICO CLÍNICO DE ESCLEROSE MÚLTIPLA. FOI UTILIZADA FICHA DE AVALIAÇÃO CLÍNICA E SOCIODEMOGRÁFICA QUE INCLUIU OS ITENS, COMO: GÊNERO, IDADE, DADOS SOCIAIS, ATIVIDADES OCUPACIONAIS, TEMPO DE DIAGNÓSTICO E DADOS CLÍNICOS DA DOENÇA. A IDADE MÉDIA DOS PARTICIPANTES FOI DE 40,46±10,14 ANOS, EDSS DE 3,33±1,85. A MAIORIA DOS PACIENTES ERAM MULHERES (86,7%) E TINHAM DIAGNÓSTICO CLÍNICO DE EMRR (90%), COM TEMPO DE DIAGNÓSTICO MÉDIO DE 8,03±4,85 ANOS. A PARTIR DESSES RESULTADOS, PODE-SE OBSERVAR DADOS SOCIAIS PREOCUPANTES QUANTO AO NÍVEL DE ESCOLARIDADE E A FAIXA DE IDADE DOS INDIVÍDUOS.

Veja o artigo completo: PDF