Resumo Trabalho

FATORES DESENCADEANTES DA DEPRESSÃO EM IDOSOS E O CUIDADO DE ENFERMAGEM

VITORIA KELLER GREGÓRIO DE ARAÚJO, ASSEMCLEVES AGUIAR DA SILVA , CRISTIANE DA SILVA COSTA, LUCIARA SILVA MACHADO e orientado por NILBA LIMA DE SOUZA

OBJETIVO: O PRESENTE ESTUDO TEM COMO OBJETIVO IDENTIFICAR OS FATORES QUE DESENCADEIAM A DEPRESSÃO NO IDOSO E ENFATIZAR AS CONTRIBUIÇÕES DA EQUIPE DE ENFERMAGEM NA REABILITAÇÃO DESTE PACIENTE. METODOLOGIA: TRATA-SE DE UMA PESQUISA BIBLIOGRÁFICA COM PUBLICAÇÕES INDEXADAS NA BASE DE DADOS BIBLIOTECA VIRTUAL EM SAÚDE (BVS): LITERATURA LATINO-AMERICANA E DO CARIBE EM CIÊNCIAS DA SAÚDE (LILACS) E SCIENTIFIC ELECTRONIC LIBRARY ONLINE (SCIELO) CORRESPONDENTES AO PERÍODO DE 2013 A 2018. RESULTADOS: O ESTUDO REVELOU QUE A ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM É EXTREMAMENTE FUNDAMENTAL PARA A CONSTATAÇÃO PRÉVIA DAS LIMITAÇÕES E PARA O CUIDADO DO IDOSO, VISTO QUE SE TRATA DE UM PROFISSIONAL QUE CONTRIBUI NO DIAGNÓSTICO DE AGRAVOS, ENCAMINHA, E PROGRAMA AÇÕES ESTRATÉGICAS JUNTAMENTE COM AS EQUIPES DE SAÚDE PARA AMPARAR ESSA POPULAÇÃO TÃO DESPROVIDA DE CUIDADOS E DE ATENÇÃO. CONCLUSÃO: PORTANTO, A PROMOÇÃO DO ENVELHECIMENTO BEM-SUCEDIDO É FUNDAMENTAL PARA QUE OS IDOSOS CONQUISTEM UMA HABILIDADE PARA REAGIR ÀS DIFICULDADES QUE SURGIREM AO LONGO DO SEU PERÍODO VITAL COM RESILIÊNCIA E QUE O INVESTIMENTO NA QUALIFICAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM PARA O CUIDADO COM ESSES PACIENTES É DE SUMA IMPORTÂNCIA PARA A REABILITAÇÃO DOS MESMOS.

Veja o artigo completo: PDF