Resumo Trabalho

A IMPORTÂNCIA DA AVALIAÇÃO MULTIPROFISSIONAL DO IDOSO NA ATENÇÃO BÁSICA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

LUDMILA ANJOS DE JESUS, ADRIANA MARIA DOS SANTOS MENDONÇA , CARLA MARIANA SOUSA DE JESUS, ELIENAI SANTANA BORGES e orientado por CELIMAR SOUZA SANTOS BITTENCOURT e orientado por CELIMAR SOUZA SANTOS BITTENCOURT

INTRODUÇÃO: O envelhecimento populacional é um fenômeno crescente e contínuo que envolve um conjunto articulado de processos biológicos, psicológicos e sociais que podem tornar os idosos mais vulneráveis. Diante deste cenário, faz-se necessário refletir sobre a necessidade e importância da avaliação multiprofissional do idoso buscando a integralidade do cuidado através da promoção, prevenção, cura e reabilitação das condições de saúde específicas dessa população. OBJETIVO: descrever a experiência das residentes de psicologia, enfermagem e fisioterapia da Residência Multiprofissional em Atenção à Saúde da Pessoa Idosa durante a realização da avaliação multidimensional do idoso na atenção básica. METODOLOGIA: Trata-se de um relato de experiência, descritivo, acerca da avaliação multidimensional direcionado ao idoso realizada pelas residentes do Programa de Residência Multiprofissional em Atenção a Saúde da Pessoa Idosa em uma unidade que atua com base nas Diretrizes da Atenção Básica do município de Salvador-BA, entre os meses de maio e agosto de 2017. RESULTADOS E DISCUSSÃO: Durante a vivência, as residentes realizaram um ambulatório de avaliação multidimensional do idoso, sendo que todos os atendimentos foram multiprofissionais. Durante os atendimentos, foi realizada a avaliação global do idoso através da anamnese detalhada considerando as questões socioeconômicas, culturais, história e hábitos de vida, antecedentes familiares, antecedentes patológicas, queixas atuais, estado vacinal, capacidade funcional e independência, e o exame físico completo incluindo estado nutricional. Além disso, foram aplicadas as escalas para o rastreio de condições específicas, como a Escala de Depressão Geriátrica, a escala de Barthel e o MEEM. Através da avaliação ampla, com olhar multidisciplinar foi possível identificar as demandas e a presença das síndromes geriátricas, os riscos que esses idosos estão expostos e elaborar um plano de cuidados específico e individualizado. Assim foram implementadas condutas educativas, como por exemplo, orientações gerais e sobre aspectos da saúde, e realizados os encaminhamentos necessários para outras categorias profissionais (nutrição, clínica médica, serviço social, odontologia, ginecologia) com a finalidade de assegurar um atendimento integral ao idoso. Nota-se, portanto que muitos dos problemas diagnosticados precocemente por meio de Avaliações Multidimensionais são passíveis de intervenções e encaminhamento, possibilitando a efetividade de uma atuação interdisciplinar e possibilitando à Atenção Básica ser ativa na abordagem do idoso. CONCLUSÃO: Essa vivência cumpriu o objetivo de promover uma avaliação multidimensional dos idosos atendidos, ampliando o olhar gerontológico a partir do compartilhamento dos saberes específicos de cada área e da consequente ampliação de conhecimentos e possibilidades de intervenções. Desse modo, a aplicação da avaliação multidimensional do idoso na atenção básica possibilita a identificação precoce dos fatores de riscos e a tomada de decisões. Valorizando a atenção primária como base e porta de entrada do sistema de saúde, ratificando sua resolutividade e não sobrecarregando os outros níveis de atenção. Além de estimular o envelhecimento saudável e promover qualidade de vida para esse grupo populacional.

Veja o artigo completo: PDF