Resumo Trabalho

DO LABORATÓRIO À VIDA: REPERCUSSÃO DOS ESTUDO DESENVOLVIDOS PELO IDS-TILDA NA VIDA DE IDOSOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL

ALEXA ALVES DE MORAES

INTRODUÇÃO: A DEFICIÊNCIA INTELECTUAL (DI) É UM ESTADO DE FUNCIONAMENTO CUJO INÍCIO OCORRE NA INFÂNCIA, CARACTERIZANDO-SE PELA DIFICULDADE EM APRENDER INFORMAÇÕES NOVAS E/OU COMPLEXAS E EM INTERAGIR SOCIALMENTE. CONSIDERANDO-SE O AUMENTO DA EXPECTATIVA DE VIDA DESSA POPULAÇÃO, SURGE A NECESSIDADE DE GRUPOS DE PESQUISAS LONGITUDINAIS. OBJETIVO: NARRAR DE FORMA SINTETIZADA AS DESCOBERTAS OBTIDAS PELO INTELLECTUAL DISABILITY SUPPLEMENT TO THE IRISH LONGITUDINAL STUDY ON AGEING (IDS-TILDA) NOS ÚLTIMOS DEZ ANOS, BEM COMO O IMPACTO DOS ESTUDOS PARA A POPULAÇÃO-ALVO DE IDOSOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL. METODOLOGIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA ACERCA DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NOS ÚLTIMOS 10 ANOS DO IDS-TILDA, BEM COMO ATIVIDADES DE EXTENSÃO DESENVOLVIDAS PARA A POPULAÇÃO IDOSA COM DI. RESULTADOS: OS PRINCIPAIS ACHADOS REVELAM ALTAS PREVALÊNCIAS DE OSTEOPOROSE, EPILEPSIA, POLIFARMÁCIA, PERDA DE MOBILIDADE FUNCIONAL, CONSTIPAÇÃO E DEPRESSÃO. O IDS-TILDA VEM BUSCANDO DESENVOLVER ATIVIDADES DE CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL PARA ATENDER IDOSOS COM DI, PROMOVER ATIVIDADES QUE ESTIMULEM O CONTATO DESSA POPULAÇÃO COM A UNIVERSIDADE, ALÉM DE BUSCAR REFORMULAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS. CONCLUSÃO: OS ESFORÇOS MULTIDISCIPLINARES DO IDS-TILDA VÊM OBTIDO BONS RESULTADOS QUANTO À NECESSIDADE DE MAIORES ATENÇÕES VOLTADAS À POPULAÇÃO IDOSA COM DI.

Veja o artigo completo: PDF