Resumo Trabalho

ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL NA ATENÇÃO PRIMÁRIA: UMA EXPERIÊNCIA EXITOSA

KERLE DAYANA TAVARES DE LUCENA, AMANDA COELHO XAVIER, CRISLANNY REGINA SANTOS DA SILVA, ELAINE CRISTINA TORRES OLIVEIRA e orientado por KERLE DAYANA TAVARES DE LUCENA e orientado por KERLE DAYANA TAVARES DE LUCENA

INTRODUÇÃO: O envelhecimento é um processo natural em todos os organismos vivos. Entretanto ele não deve ser considerado com um fardo a familiares e/ou cuidadores. O processo de envelhecimento populacional, tal como observado até hoje, é resultado do declínio da fecundidade, e não da mortalidade. Nessa perspectiva, a Estratégia Saúde da Família, modelo reorientador do SUS, dispõe de serviços para atender a população e promover um envelhecimento saudável. A atenção domiciliar é uma oferta da atenção primária que objetiva promover, restaurar e manter o conforto, função e saúde das pessoas num nível máximo, incluindo cuidados para uma morte digna. Assim, o presente estudo objetivou apresentar uma experiência exitosa de envelhecimento ativo e saudável na atenção primária. METODOLOGIA: Trata-se de uma pesquisa qualitativa, do tipo relato de experiência, produzido a partir de três visitas domiciliares realizadas por discentes do curso de medicina e a equipe de uma unidade de saúde da família Valentina I, Paraíba-Brasil durante o internato no rodízio de Saúde Coletiva. RESULTADOS E DISCUSSÃO: J.H.M, feminina, 100 anos, parda, agricultora aposentada, natural de Bernardo Vieira, Pernambuco-Brasil, residente em João Pessoa, Paraíba- Brasil há 2 anos. Analfabeta, viúva há 60 anos, mãe adotiva de 2 filhos (G0P0A0). Hipertensa e portadora de Insuficiênica Cardíaca Congestiva há 9 anos. Durante as visitas domiciliares, chamaram a atenção da equipe a desenvoltura da senhora quanto a memória, orientação temporo-espacial, disposição e escassez de comorbidades clínicas. A fim de avaliar de forma objetiva e clara as funções cognitivas, motoras, psicológicas dessa idosa, foi realizada a Avaliação Geriátrica Ampla(AGA). CONCLUSÃO: O contato com a idosa visitada, em seu ambiente, além de criar vínculo e respeito para com ela, mostrou o cotidiano de uma minoria da população de nosso país. Despertou nas discentes de medicina o interesse a buscar informações e compreender o que existiu, os hábitos e o estilo de vida levado que obtiveram como consequência um envelhecimento ativo e saudável a uma idosa de cem anos.

Veja o artigo completo: PDF