Resumo Trabalho

ABANDONO PARENTAL DE IDOSOS EM CLÍNICA MÉDICA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

MARIA DE FÁTIMA OLIVEIRA DA SILVA, ANA PATRICIA DO EGITO CAVALCANTI DE FARIAS, VANESSA JULIANA CABRAL BRUNO DE MOURA, HELAINE CRISTINA LINS MACHADO GERBASI

O ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO BRASILEIRA É UMA REALIDADE, NA CONTRAMÃO DESSE FATO, PERCEBEMOS QUE A SOCIEDADE NÃO ESTÁ DEVIDAMENTE PREPARADA PARA LIDAR COM AS CONSEQUÊNCIAS DO ENVELHECIMENTO , GRANDE PARTE DAS FAMÍLIAS NÃO ASSUMEM A RESPONSABILIDADE QUE LHES CABE DE FATO E DE DIREITO NO CUIDADO AO IDOSO E ACABAM SE ESQUIVANDO DO SEU DEVER. O ABANDONO PARENTAL DE PACIENTES IDOSOS TORNA-SE CADA VEZ MAIS COMUM NA SOCIEDADE E APARECE COMO CONDIÇÕES CONFLITANTES NO COTIDIANO DE UNIDADES HOSPITALARES, SENDO FATOR DETERMINANTE PARA O INSUCESSO DA RESPOSTA TERAPÊUTICA. DIANTE DA RELEVÂNCIA DA TEMÁTICA, É IMPORTANTE RELATAR A EXPERIÊNCIA EMOCIONAL VIVIDA E O GRAU DE DEMANDA DE CUIDADOS. TRATA-SE DE UM ESTUDO DESCRITIVO DO TIPO RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM A PACIENTES IDOSOS QUE SOFRERAM ABANDONO PARENTAL NA UNIDADE DE INTERNAÇÃO, CLÍNICA MÉDICA. A NOSSA PRÁTICA DIÁRIA DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM SELECIONOU OS DIAGNÓSTICOS MAIS COMUNS EM PACIENTES IDOSOS EM SITUAÇÃO DE ABANDONO: NUTRIÇÃO ALTERADA , ANSIEDADE, RISCO DE INFECÇÃO, ISOLAMENTO SOCIAL, DISTÚRBIO NO PADRÃO DO SONO , SENSO DE PERCEPÇÃO ALTERADA, MEDO, CONTROLE INEFICAZ DO REGIME TERAPÊUTICO, ADAPTAÇÃO ÀS MUDANÇAS PREJUDICADAS, FALTA DE ADESÃO AO REGIME TERAPÊUTICO, ANGÚSTIA RELACIONADA AO ABANDONO, ASPECTO PSÍCO ESPIRITUAL PREJUDICADO, COMUNICAÇÃO PREJUDICADA, DESESPERANÇA, FADIGA, FALTA DE APOIO FAMILIAR, DESESPERO, PROCESSO DE TOMADA DE DECISÃO PREJUDICADO, ORIENTAÇÃO PREJUDICADA, RISCO DE ANGÚSTIA ESPIRITUAL E DEPRESSÃO. UMA ATENÇÃO CONTÍNUA E EFICAZ PARA A SAÚDE E O BEM-ESTAR DO IDOSO REQUER DIFERENTES NÍVEIS DE INTERVENÇÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE E O APOIO FAMILIAR SENDO DE FUNDAMENTAL IMPORTÂNCIA.

Veja o artigo completo: PDF