Resumo Trabalho

A PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA COMO SUPORTE AO ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL

GABRIELLA SILVA NOGUEIRA, CLARICE NASCIMENTO DA SILVA, ANNA BEATRYZ LIRA DA SILVA e orientado por ANUBES PEREIRA CASTRO e orientado por ANUBES PEREIRA CASTRO

A Organização Mundial de Saúde ao fim do ano de 1990 abraçou o termo “envelhecimento ativo”, formulando seu conceito como um processo que busca otimizar as oportunidades consecutivas de saúde, segurança e participação, com a finalidade de melhora com o passar dos anos na qualidade de vida das pessoas idosas. Há diversos pontos positivos da atividade física para os idosos apontados pela literatura, como controle de complicações das doenças crônicas, melhoria da qualidade de vida, perca de peso, melhoramento funcional permitindo a continuação dos afazeres diários, aumento da autoestima, maior disposição para o trabalho e melhoria de quadros acompanhados de dor. No município de Cajazeiras, no alto sertão Paraibano, a atividade física dos idosos é uma prática comum. Além disso, existem dois polos da academia de saúde na cidade. Em virtude desse perfil do Município voltado para a prática de atividades físicas apoiada por um programa, desperta-se o interesse de saber como funciona o referido programa no município e como se dá a participação da população idosa. Assim, com base nessa discussão, o estudo busca elencar os principais benefícios da atividade física para os idosos com o auxílio do programa. Trata-se de um estudo descritivo, de abordagem quantitativa e corte transversal. A pesquisa foi realizada na praça do Xamegão, localizada no centro do Município de Cajazeiras-PB, considerada o polo I do Programa do Governo Academia de Saúde. Foi utilizado um questionário estruturado, contendo 06 perguntas objetivas sobre a atividade física realizada no local. A pesquisa foi realizada com 15 idosos, cuja faixa etária variou de 60 a 67 anos. Foi notório que os idosos reconhecem os benefícios da prática de atividades físicas. Todos relataram melhorias em seus sistemas corpóreos, principalmente se tratando do cardiovascular. Porém, a maioria dos entrevistados nunca usaram a academia de saúde, não conhecem o programa e não tem sua atividade física monitorada por nenhum profissional.A prática de exercícios físicos na terceira idade é, indiscutivelmente, fundamental para a qualidade de vida. Portanto, o programa Academia de Saúde veio para fortalecer e incentivar, não só o público idoso, mas a população em geral. Porém, existem pontos a serem melhorados, como a introdução fixa de um profissional habilitado para o acompanhamento dos indivíduos e exercícios voltadas para o público idoso.

Veja o artigo completo: PDF