Resumo Trabalho

ABORDAGENS A SAÚDE MENTAL DO IDOSO: INTERFACES ENTRE A TEORIA E A PRÁTICA

VANEI PIMENTEL SANTOS, ELIEL DE JESUS MELO e orientado por WILMA RESENDE LIMA

INTRODUÇÃO: A ATENÇÃO AO IDOSO, PERPASSA PELO CONHECIMENTO DO PROCESSO DE ENVELHECIMENTO, PARA TANTO, É INDISPENSÁVEL QUE OS SERVIÇOS E PROFISSIONAIS ESTEJAM PREPARADOS PARA O CUIDADO A SAÚDE MENTAL DO IDOSO, ENTRETANTO, AS POLÍTICAS DE SAÚDE MENTAL FOCAM NA POPULAÇÃO INFANTO-JUVENIL E ADULTA, NÃO COMTEMPLANDO AS PARTICULARIDADES DO IDOSO. METODOLOGIA: TRATA-SE DE REVISÃO INTEGRATIVA, POR MEIO DA INSERÇÃO DE DESCRITORES NAS BASES DE DADOS INDEXADAS A BIBLIOTECA VIRTUAL EM SAÚDE/BVS, QUE RESULTOU NO LEVANTAMENTO DE 19 ARTIGOS, INSERIDOS APÓS APLICAÇÃO DOS CRITÉRIOS DE INCLUSÃO E EXCLUSÃO E CONFRONTO COM ARCABOUÇO TEÓRICO-PRÁTICO. OS DADOS FORAM INTERPRETADOS E DISCUTIDOS DE FORMA A APRESENTAR POSSÍVEIS HIPÓTESES QUE LEVAM A CONFORMAÇÃO ATUAL DA REALIDADE. RESULTADO E DISCUSSÃO: AS ABORDAGENS A SAÚDE MENTAL DO IDOSO ESTÃO VOLTADAS PARA A REABILITAÇÃO E PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL, EM DETRIMENTO DA PREVENÇÃO DO ADOECIMENTO, COM ELEVADO NÚMERO DE PUBLICAÇÕES QUE FOCAM EM DETERMINADA ÁREA DO CONHECIMENTO (EDUCAÇÃO FÍSICA) E AUSÊNCIA DE INTERVENÇÕES QUE ENGLOBEM A ATUAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA E DA REDE DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL VISANDO A PREVENÇÃO DA OCORRÊNCIA DE TRANSTORNOS MENTAIS. CONCLUSÃO: AUSÊNCIA DE ESTUDOS QUE ENVOLVAM AS TEMÁTICAS ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS, SUICÍDIO E PREPARO PARA A APOSENTADORIA. FOCO NA DOENÇA MENTAL E EM ABORDAGENS CURATIVAS, DE FORMA QUE A SAÚDE MENTAL DO IDOSO É REDUZIDA A INTERVENÇÕES QUANDO O PROBLEMA ENCONTRA-SE INSTALADO E NÃO EM PROPOSTAS DE PRESERVAÇÃO DA SAÚDE MENTAL. OBSERVA-SE LACUNA EM PRODUÇÕES DE CUNHO INTERDISCIPLINAR E QUE FOQUE NA SAÚDE MENTAL.

Veja o artigo completo: PDF