Resumo Trabalho

ETIOLOGIAS COGNITIVAS DO ENVELHECIMENTO: UMA ABORDAGEM BIOPSICOSSOCIAL.

MARIA EDUARDA DE LIMA ONÓRIO, ANA PAULA DOS SANTOS GONÇALVES, MEIRYANE BARBOSA PEREIRA, EMILLY DE ALMEIDA FREITAS LIMA e orientado por CAIO VINÍCIUS DA SILVA

OBJETIVAMOS INVESTIGAR E ANALISAR A CAPACIDADE COGNITIVA NA TERCEIRA IDADE, RELACIONADO-A ÀS PRINCIPAIS ETIOLOGIAS QUE PODEM INCAPACITAR O IDOSO, CARACTERIZANDO UMA DAS SÍNDROMES GERIÁTRICAS. FOI ESCOLHIDO UM REFERENCIAL TEÓRICO INCULCADO EM UMA ABORDAGEM BIOPSICOSSOCIAL ÀS ETIOLOGIAS DA INCAPACIDADE COGNITIVA. PROCEDEU-SE EM UMA REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA BRASILEIRA, BUSCANDO ARTIGOS RELACIONADOS COM OS SUBTEMAS, EMPREGANDO NA PESQUISA OS DESCRITORES EM CIÊNCIAS DA SAÚDE (DECS): “ENVELHECIMENTO”, “SAÚDE DA TERCEIRA IDADE” E “DECLÍNIO COGNITIVO”, SEM RESTRIÇÕES AOS ANOS DE PUBLICAÇÕES DOS ARTIGOS. DESSE MODO, DE 9.309 PUBLICAÇÕES ENCONTRADAS, APÓS AFUNILAMENTOS ATRAVÉS DE ETAPAS FORMULATIVAS, FORAM OBTIDOS 60 ESTUDOS, DOS QUAIS VERIFICOU-SE QUE NO DECORRER DO PROCESSO DE ENVELHECIMENTO O DÉFICIT COGNITIVO AFETARÁ INTRINSECAMENTE O BEM-ESTAR BIOPSICOSSOCIAL DO IDOSO.

Veja o artigo completo: PDF