Resumo Trabalho

CUIDADOS DE ENFERMAGEM COM A PELE DA PESSOA IDOSA

ISIS DE SIQUEIRA SILVA, PEDRO BEZERRA XAVIER, THAIS LUANA DE LIMA ARAUJO e orientado por IAGO VIEIRA GOMES

INTRODUÇÃO: O ENVELHECIMENTO É UM PROCESSO NATURAL, ONDE OCORREM QUEDAS DAS FUNÇÕES ORGÂNICAS, SEJAM ELAS FISIOLÓGICAS (SENESCÊNCIA) OU PATOLÓGICAS (SENILIDADE). UM DOS SISTEMAS ACOMETIDOS É O TEGUMENTAR, ONDE A PELE FICA MAIS FINA, FRÁGIL, DESIDRATADA E COM QUERATOSE, AUMENTANDO PROGRESSIVAMENTE AS CHANCES DE LESÕES TEGUMENTARES. MÉTODO: FOI REALIZADA UMA REVISÃO INTEGRATIVA COM A FINALIDADE DE AVALIAR OS CUIDADOS PRESTADOS POR ENFERMEIROS À IDOSOS. FORAM UTILIZADOS SETE ARTIGOS DE 2014 A 2019, ENCONTRADOS NA BASE DE DADOS ESPECÍFICA DA ENFERMAGEM (BDENF) E SCIENTIFIC ELECTRONIC LIBRARY ONLINE (SCIELO), DISPONÍVEIS EM PORTUGUÊS E QUE TRATASSEM DA TEMÁTICA. RESULTADOS: DENTRO E FORA DO AMBIENTE HOSPITALAR, UMA ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR E INTERSETORIAL ENTRE OS DIFERENTES PROFISSIONAIS LIGADOS À SAÚDE PÚBLICA, PODEM PROPOR FERRAMENTAS DE CONTROLE E PREVENÇÃO. NESSE CONTEXTO, O ENFERMEIRO DEVE FAZER AVALIAÇÃO CRITERIOSA AO IDOSO, EVITANDO COMPLICAÇÕES E MINIMIZANDO AS INTERNAÇÕES, SENDO NECESSÁRIO O CONHECIMENTO SOBRE O SISTEMA TEGUMENTAR A FIM DE IDENTIFICAR LESÕES CUTÂNEAS E SELECIONAR AS COBERTURAS ADEQUADAS. OUTROS FATORES QUE PODEM ALTERAR AS CARACTERÍSTICAS DA PELE SÃO: IDADE, HIDRATAÇÃO, EXPOSIÇÃO AOS RAIOS SOLARES, TENSOATIVOS (SABÃO), NUTRIÇÃO, TABAGISMO E MEDICAMENTOS. CONCLUSÃO: ENTENDE-SE NESTE ESTUDO QUE A AÇÃO DE CUIDAR DO ENFERMEIRO PERPASSA PELO AGIR, SENDO INDISPENSÁVEL NA MANUTENÇÃO DA INTEGRIDADE DA PELE DA PESSOA IDOSA, ASSIM COMO A IMPORTÂNCIA DA SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA RECUPERAÇÃO E TRATAMENTO DE LESÕES DE PELE. O ATENDIMENTO NÃO SE LIMITA AO TÉCNICO-ASSISTENCIAL, IMPLICANDO NUMA RELAÇÃO SOCIAL ENTRE PROFISSIONAL E INDIVÍDUO.

Veja o artigo completo: PDF