Resumo Trabalho

CUIDANDO PARA UMA BOA PARTIDA: A ENFERMAGEM E OS CUIDADOS PALIATIVOS À PESSOA IDOSA COM CÂNCER

MARIA IZABEL DOS SANTOS NOGUEIRA

INTRODUÇÃO: O ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO TEM EXIGIDO ALTERAÇÕES QUANTITATIVAS E QUALITATIVAS NOS SERVIÇOS DE SAÚDE. A PESSOA IDOSA CURSA COM MUDANÇAS NO QUADRO CLÍNICO DEVIDO AOS ÍNDICES DE MORBIDADE, INCAPACIDADES E SEVERIDADE DAS PATOLOGIAS, ELEVANDO O NÚMERO DE HOSPITALIZAÇÕES. EM VIRTUDE DISSO OS CUIDADOS PALIATIVOS SÃO RECONHECIDOS COMO UMA ABORDAGEM QUE MELHORA A QUALIDADE DE VIDA DOS INDIVÍDUOS E FAMILIARES NA PRESENÇA DE DOENÇAS TERMINAIS COMO O CÂNCER. OBJETIVO: AVALIAR AS EVIDÊNCIAS DISPONÍVEIS NA LITERATURA SOBRE A IMPORTÂNCIA DOS CUIDADOS PALIATIVOS A PESSOA IDOSA ONCOLÓGICA. METODOLOGIA: TRATA-SE DE UMA REVISÃO DA LITERATURA, UTILIZANDO AS BASES DE DADOS: LILACS, SCIELO E BDENF NO PERÍODO DE 2008 A 2018, NOS IDIOMAS: PORTUGUÊS E ESPANHOL. A BUSCA FOI REALIZADA DE FEVEREIRO A MAIO DE 2019. RESULTADOS/DISCUSSÃO: OBSERVOU-SE A IMPORTÂNCIA DOS CUIDADOS PALIATIVOS A PESSOA IDOSA COM CÂNCER ONDE O PROCESSO TERMINAL EM ONCOLOGIA É A CONDIÇÃO EM QUE O PACIENTE SE ENCONTRA NA QUAL JÁ NÃO LHE É MAIS POSSÍVEL CURAR, MAS SIM CUIDAR. OS CUIDADOS PALIATIVOS AO DOENTE REPRESENTAM UM GRANDE DESAFIO PARA OS PROFISSIONAIS DE SAÚDE DEVEM RECONHECER QUE, QUANDO AS METAS DO CURAR DEIXAM DE EXISTIR, AS METAS DO CUIDAR DEVEM SER REFORÇADAS. CONCLUSÃO: DESSA FORMA, O RESULTADO ENFATIZA QUE A ABORDAGEM DEVE SER MAIS DIFUNDIDA, VISTO QUE É IMPORTANTE OS CUIDADOS PALIATIVOS PARA A PESSOA IDOSA, PRINCIPALMENTE ONCOLÓGICO, UMA VEZ, QUE ESTE TERÁ MODIFICAÇÕES SIGNIFICATIVAS NO SEU HÁBITO DE VIDA E CONVÍVIO FAMILIAR. RESPEITO, ÉTICA, SENSIBILIDADE E SINCERIDADE DEVEM SEMPRE NORTEAR O CUIDADOR DURANTE O TRATAMENTO.

Veja o artigo completo: PDF