Resumo Trabalho

A ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO DE LESÃO POR PRESSÃO EM IDOSOS NAS UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA.

HURANA KETILE DA CUNHA, ALANA KAROLINE DANTAS ARAÚJO, LETÍCIA BRUNA DE SOUZA ARAÚJO e orientado por GABRIELA DE SOUSA MARTINS MELO DE ARAÚJO

INTRODUÇÃO: LESÃO POR PRESSÃO É DEFINIDA COMO UM DANO LOCALIZADO NA PELE E / OU NO TECIDO MOLE SUBJACENTE, CAUSADA PRINCIPALMENTE NOS PACIENTES IDOSOS EM TRATAMENTO NAS UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA DEVIDO À RESTRIÇÃO DE MOVIMENTOS, PERMANÊNCIA PROLONGADA E PELA PRÓPRIA DEFICIÊNCIA PELA SENESCÊNCIA. O PRESENTE ESTUDO, FOI ELABORADO COM O OBJETIVO DE CONHECER QUAIS AS PRINCIPAIS ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃO DA LESÃO POR PRESSÃO UTILIZADAS PELA ENFERMAGEM PARA TRATAR PACIENTES IDOSOS EM UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA. METODOLOGIA: CONSISTE EM UMA REVISÃO DE LITERATURA SISTEMÁTICA DESCRITIVA DE ABORDAGEM QUANTITATIVA. EFETUADA NO MÊS DE JANEIRO DE 2019, ONDE UTILIZOU-SE AS BIBLIOTECAS VIRTUAIS E BASES DE DADOS PARA FIM DE COMPILAR OBRAS SOBRE O TEMA ABORDADO. RESULTADOS E DISCUSSÃO: OBSERVOU-SE A EXPOSIÇÃO DE TECNOLOGIAS LEVE DURAS E LEVES, SENDO RESPECTIVAMENTE, ACESSÓRIOS COMO ESTRATÉGIA QUE NECESSITAVAM DE UM “MANEJADOR” E A PRÓPRIA FUNÇÃO DE CUIDADO E ASSISTÊNCIA DA ENFERMAGEM QUE JÁ É EXERCIDA E OBTÉM BONS RESULTADOS. E SE TRATANDO DE UM AMBIENTE COMO A UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA, OS PACIENTES PREDISPÕEM DE MAIORES CHANCES DE ADQUIRIR LESÃO POR PRESSÃO, DESENVOLVENDO-A COMO RESULTADO DE FATORES INTRÍNSECOS E EXTRÍNSECOS. CONCLUSÃO: A PRINCIPAL ESTRATÉGIA DE PREVENÇÃO DAS LESÕES POR PRESSÃO AINDA CONSISTE NO REPOSICIONAMENTO DO PACIENTE COM O INTUITO DE ALIVIAR A PRESSÃO DOS LOCAIS MAIS SUSCEPTÍVEIS A DESENVOLVER O PROBLEMA. ENTRETANTO, NOS ÚLTIMOS ANOS FORAM DESENVOLVIDAS MEDIDAS PARA AUXILIAR O PROFISSIONAL E PROMOVER UMA MELHOR QUALIDADE DE VIDA AO PACIENTE IDOSO COM A MORBIDADE.

Veja o artigo completo: PDF