Resumo Trabalho

CARACTERIZAÇÃO DA INTERNAÇÃO DE IDOSAS COM PROLAPSO GENITAL NA PARAÍBA

LAYS TAMARA DANTAS-SILVA, VANESSA CARLA DO NASCIMENTO GOMES BRITO e orientado por JAQUELINE QUEIROZ DE MACEDO

O OBJETIVO DO PRESENTE TRABALHO É CARACTERIZAR AS INTERNAÇÕES HOSPITALARES DE IDOSAS COM PROLAPSO GENITAL DA PARAÍBA, NO PERÍODO DE JANEIRO DE 2017 A DEZEMBRO DE 2018. TRATA-SE DE UM ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DESCRITIVO, ACERCA DO PERFIL DE ATENDIMENTO DE IDOSAS COM PROLAPSO GENITAL NA PARAÍBA, CUJOS DADOS FORAM OBTIDOS POR MEIO DE CONSULTA À BASE DE DADOS SECUNDÁRIOS DO DATASUS. HOUVE 417 CIRURGIAS NO ESTADO DA PARAÍBA NO PERÍODO DE JANEIRO DE 2017 A DEZEMBRO DE 2018, DESSAS 58,4% DAS MULHERES ATENDIDAS SÃO DA FAIXA ETÁRIA 60-69 ANOS E 51,6% SE AUTODECLARAM PARDAS, 27,3% DOS CASOS NÃO HAVIAM INFORMAÇÃO SOBRE COR/RAÇA, IMPLICANDO NA SUBNOTIFICAÇÃO DE DADOS. EMBORA AS USUÁRIAS QUE RESIDIAM NA MACRORREGIÃO DO SERTÃO/ALTO SERTÃO TOTALIZASSEM 36,3%, APENAS 28,6% DAS CIRURGIAS SÃO REALIZADAS NO SERTÃO/ALTO SERTÃO, SENDO A MAIORIA (71,4%) DIVIDIDAS ENTRE AS MACRORREGIÕES DE CAMPINA GRANDE E JOÃO PESSOA. NO PERÍODO DETERMINADO, A PARAÍBA GASTOU R$ 153.442,70 COM SERVIÇOS HOSPITALARES PARA TRATAMENTO DE PROLAPSO GENITAL, COM VALOR MÉDIO DE R$ 491,00 POR INTERNAÇÃO, SENDO ESTA UMA ALTERNATIVA MAIS ONEROSA DE TRATAMENTO.

Veja o artigo completo: PDF