Resumo Trabalho

FATORES DE RISCO PARA QUEDAS EM IDOSOS: REVISÃO DE LITERATURA

GISELE DE OLIVEIRA MOURÃO HOLANDA, PAULO WENDEL FERREIRA FONSECA e orientado por ANA ELZA OLIVEIRA DE MENDONÇA e orientado por ANA ELZA OLIVEIRA DE MENDONÇA

A população está envelhecendo e a expectativa é que, em 2050, existam em todo o mundo aproximadamente dois bilhões de pessoas com 60 anos ou mais. Este fato torna necessário algumas mudanças no cuidado aos idosos, com vistas a evitar problemas resultantes da perda da autonomia na terceira idade, como os acidentes por quedas. Assim, objetivou-se no presente estudo identificar os principais fatores de risco para quedas em idosos de acordo com estudos desenvolvidos na população brasileira. Trata-se de uma revisão de literatura, utilizando como fontes de pesquisa a SciELo, MEDLINE, PUBMED, LILACS e BDENF. Foram localizados 82 artigos, entre os anos de 2012 à 2016, sendo analisados e incluídos sete publicações. Foram destacados como principais fatores de risco para as quedas, o sexo feminino, a utilização de diversos medicamentos simultaneamente, e ainda as limitações fisiológicas relativas à idade e sedentarismo, além de fatores ambientais como condições de moradia e inadequações do mobiliário. Percebeu-se ainda, a importância de identificar os fatores que favorecem a ocorrência de quedas para implementar estratégias de prevenção eficazes de acordo com as necessidades individuais dos idosos.

Veja o artigo completo: PDF