Resumo Trabalho

AVALIAÇÃO DO ESTADO COGNITIVO DE IDOSOS, LAGARTO (SERGIPE/BRASIL).

JANAYNA DE ALMEIDA ANDRADE, ERY KAROLINY TELES DOS SANTOS, JUSSANY BORGES OLIVEIRA CARDOSO, ÍSIS GABRIELLE BARBOSA DOS SANTOS e orientado por ANDREZZA MARQUES DUQUE e orientado por ANDREZZA MARQUES DUQUE

INTRODUÇÃO: O processo de envelhecimento tem causado impactos que são reconhecidos mundialmente em virtude das demandas desse grupo populacional, sobretudo pelo aumento das doenças crônicas não transmissíveis. Portanto, pesquisas tem demonstrado à importância de se realizar rastreios cognitivos no intuito da detecção precoce de doenças como demência, visando a intervenção precoce e a minimização dos riscos a saúde do idoso. OBJETIVO: Descrever o perfil cognitivo de idosos residentes no município de Lagarto/SE. MÉTODO: Trata-se de um estudo de corte transversal com 22 pessoas, a partir dos 50 anos, de ambos os sexos, que participaram de um evento na área da saúde em uma unidade básica de saúde, em maio/2017. Utilizou-se um questionário estruturado e os instrumentos: MEEM, Teste de Fluência Verbal, Teste do Desenho do Relógio e Teste do Reconhecimento de palavras. RESULTADOS: Dos participantes, 12 (54,54%) eram do sexo feminino e 10 (45,46%) do masculino, a faixa etária predominou entre 60-69 anos (50%) e o nível de escolaridade baixo (36,37%) ou analfabeto (31,81%). De acordo com os testes realizados pode-se identificar que a maioria dos idosos encontrou-se com escores abaixo dos níveis esperados. CONCLUSÕES: Os resultados indicaram uma diminuição das capacidades cognitivas dos idosos e reforça a necessidade de intervenções direcionadas para melhoria dessas funções na população, objetivando a prevenção de agravos e manutenção da capacidade funcional.

Veja o artigo completo: PDF