Resumo Trabalho

ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO IDOSO EM CUIDADOS PALIATIVOS

JAYSA SOARES DOS SANTOS

O MUNDO VEM PASSANDO POR GRANDES TRANSFORMAÇÕES DEMOGRÁFICAS, ACARRETANDO INTENSAS DISCUSSÕES NO ÂMBITO DA SAÚDE PÚBLICA, COMO O AUMENTO DA PREVALÊNCIA DE DOENÇAS CRÔNICAS E INCAPACITANTES E A DEMANDA CRESCENTE DE PACIENTES IDOSOS, O QUE FAVORECE O DESENVOLVIMENTO DE NOVAS TERAPÊUTICAS COMO OS CUIDADOS PALIATIVOS. COM ISSO, A PRESENTE PESQUISA TEM COMO OBJETIVO ANALISAR A PRODUÇÃO CIENTIFICA NO TOCANTE A ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO IDOSO EM CUIDADOS PALIATIVOS. TRATA-SE DE UMA REVISÃO DE LITERATURA COM UM CARÁTER EXPLORATÓRIO E DESCRITIVO ONDE FORAM ANALISADOS 06 ARTIGOS PUBLICADOS ENTRE 2015 A 2019. OS ARTIGOS FORAM COLETADOS NAS SEGUINTES BASES DE DADOS ELETRÔNICOS: BVS, MEDLINE, LILACS E BDENF. A MESMA FOI REALIZADA A PARTIR DOS DESCRITORES: “CUIDADOS DE ENFERMAGEM”, “IDOSO” E “CUIDADOS PALIATIVOS”. DE ACORDO COM OS RESULTADOS, OBSERVOU-SE QUE A ASSISTÊNCIA DA EQUIPE DE ENFERMAGEM ANDA JUNTO AOS CUIDADOS PALIATIVOS, NO ENTANTO AINDA É CRESCENTE A NECESSIDADE DE ATUALIZAÇÕES NO QUE SE REFERE À TEMÁTICA. VISTO QUE COM ESTE ESTUDO FOI POSSÍVEL PERCEBER QUE EXISTE UMA PEQUENA AMOSTRA DE PRODUÇÕES CIENTÍFICAS COM ÊNFASE DIRECIONADAS A ENFERMAGEM E A ASSISTÊNCIA AOS PACIENTES PALIATIVOS, CONFIRMANDO A NECESSIDADE DE MAIS ESTUDOS QUE VISEM DISSEMINAR ESSA TERAPÊUTICA. DESSE MODO, EM VISTA AS NECESSIDADES CRESCENTES DECORRENTES DO AUMENTO DA LONGEVIDADE E CONSEQUENTEMENTE O AUMENTO DOS CASOS DE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS, ESPERA-SE QUE ESSE ARTIGO CONTRIBUA PARA A PROMOÇÃO DOS CUIDADOS PALIATIVOS NA ASSISTÊNCIA AO IDOSO SEM EXPECTATIVA TERAPÊUTICA DE CURA.

Veja o artigo completo: PDF