Resumo Trabalho

ANÁLISE DOS CASOS DE HANSENÍASE EM IDOSOS DO ESTADO DE ALAGOAS, SÉRIE HISTÓRICA DE 10 ANOS.

ANNAYZA PRISCILLA DE MORAES VELOSO, DIANA HADAÇA DE LIMA ARAÚJO VILELA, JÉSSICA PESSOA NEVES CADENGUE, ISABELA SOARES GOMES ALVES e orientado por VIVIANE RODRIGUES SANTANA e orientado por VIVIANE RODRIGUES SANTANA

A Hanseníase é uma doença milenar, infectocontagiosa, causada pelo Mycobacterium leprae que se instala no organismo da pessoa infectada, podendo se multiplicar, e que se manifesta em células cutâneas e nervos periféricos. O Brasil ocupa a segunda posição em número de casos de hanseníase no mundo, atrás apenas da Índia. A região Nordeste do Brasil é a terceira região com maior coeficiente de detecção geral considerada de alta endemicidade para hanseníase. O objetivo desse estudo é analisar o número de casos diagnosticados de hanseníase em idosos no estado de Alagoas no período de 2005 a 2011 com faixa etária específica de 60-79 anos, e fazer uma breve comparação com outros estados no Nordeste e o Brasil. Foram utilizadas as seguintes variáveis: ano de diagnóstico, tipo de saída, sexo, faixa etária, modo de entrada e evolução da cura. Os dados obtidos revelam que a hanseníase ocupa o terceiro lugar entre essas doenças mais frequentes em Alagoas. Dessa forma, o presente estudo reafirma a necessidade de potencializar medidas efetivas a fim de promover o controle da doença no estado, em especial na rede de atenção básica.

Veja o artigo completo: PDF