Resumo Trabalho

RELATO DE EXPERIÊNCIA: PROJETO ATIVIDADE FÍSICA E SAÚDE CARDIOMETABÓLICA

ANDRÉIA CRISTIANE CARRENHO QUEIROZ, REGINA GENDZELEVSKI KELMANN, CLARICE LIMA ALVARES DA SILVA e orientado por CLÁUDIA LÚCIA DE MORAES FORJAZ e orientado por CLÁUDIA LÚCIA DE MORAES FORJAZ

Introdução: Para prevenir o aparecimento e desenvolvimento das doenças cardiovasculares e metabólicas torna-se essencial manter a função cardiovascular e controlar o perfil de risco dos indivíduos. A prática regular de atividade física tem se mostrado bastante benéfica nestes aspectos, reduzindo o risco de diabetes, obesidade, dislipidemia e promovendo inúmeros benefícios cardiovasculares. Porém, do ponto de vista populacional, sabe-se que muitas pessoas realizam atividades físicas em praças e parques, muitas vezes sem uma supervisão/orientação mínima. A execução de atividades físicas sem qualquer orientação ou triagem de risco prévia pode aumentar o risco cardiovascular durante a prática de atividade física, principalmente em pessoas que já apresentam um risco cardiovascular aumentado. Desta forma, é importante a implantação de programas de atividade física com abrangência populacional, mas que, sobretudo, maximizem os benefícios e minimizem os riscos individuais. Objetivo: estimular e dar condições para a prática segura de atividades físicas na cidade de Governador Valadares, visando à melhora e manutenção da saúde cardiometabólica. Métodos: O Projeto oferece gratuitamente, aos frequentadores dos locais de atuação, avaliação de risco cardiovascular para a prática de atividade física e avaliação da aptidão física, ensaio de intervenções em saúde padronizadas para todos os indivíduos (prescrição/orientação de exercícios físicos e informações sobre exercício e saúde cardiovascular e metabólica, contando com diferentes tipos de intervenção, como aulas de alongamento, aulas supervisionadas de exercício aeróbio e resistido - nas academias da terceira idade disponíveis na cidade). Além disso, o presente projeto também realiza intervenções pontuais, como eventos de saúde e aulas temáticas que ocorrem ao longo do ano em diferentes locais. Resultados: Até o momento, em torno de 100 indivíduos adultos e idosos já passaram por esta avaliação, perfazendo um total aproximado de 250 aulas supervisionadas oferecidas para os indivíduos avaliados (com exceção dos classificados com risco cardiovascular muito alto e/ou indivíduos que apresentavam fatores de risco cardiometabólico descontrolados, que foram encaminhados para atendimento médico e não participaram as aulas supervisionadas). Em relação aos eventos pontuais, o projeto esteve envolvido na realização de em torno de 18 eventos de saúde voltados a comunidade, com o atendimento de cerca de 500 indivíduos de Governador Valadares. Vale ressaltar que em todos estes eventos foram realizadas medidas cardiometabólicas, como peso, altura, circunferência de cintura, pressão arterial e glicemia casual. Após as medidas os indivíduos foram orientados sobre os benefícios e os riscos da pratica de atividade física para prevenção e tratamento da hipertensão arterial, diabetes e obesidade. Todas as orientações são feitas com o auxílio de banners informativos bem como a entrega de folhetos didáticos para cada indivíduo. Conclusão: Espera-se que este projeto continue as suas atividades atingindo um número cada vez maior de indivíduos. Em termos teóricos e aplicados do presente projeto de extensão, as intervenções padronizadas em saúde, com o objetivo de aumentar o nível de atividade física, poderão resultar em melhoria dos parâmetros de saúde cardiometabólica da população, desde que realizadas de acordo com as condições de saúde e físicas dos indivíduos.

Veja o artigo completo: PDF