Resumo Trabalho

APOIO SOCIAL EM PESSOAS IDOSAS ATENDIDAS EM UM AMBULATÓRIO DE GERIATRIA

THAÍSE ALVES BEZERRA, CLAUDIA JEANE LOPES PIMENTA, CLEANE ROSA RIBEIRO DA SILVA, KAISY MARTINS DE ALBUQUERQUE MADRUGA e orientado por KÁTIA NÊYLA DE FREITAS MACÊDO COSTA

UM AMBULATÓRIO DE GERIATRIA. TRATA-SE DE UM ESTUDO EXPLORATÓRIO, DESCRITIVO E TRANSVERSAL, COM ABORDAGEM QUANTITATIVA, REALIZADO COM 242 IDOSOS ATENDIDO NO SERVIÇO AMBULATORIAL DE GERIATRIA DE UM HOSPITAL ESCOLA. OS DADOS FORAM COLETADOS ATRAVÉS DE ENTREVISTAS INDIVIDUAIS SEMIESTRUTURADAS, UTILIZANDO UM INSTRUMENTO SEMIESTRUTURADO PARA SE OBTER DADOS REFERENTES AO PERFIL SOCIODEMOGRÁFICOS, E A ESCALA DE APOIO SOCIAL. DOS 242 IDOSOS PARTICIPANTES, OBSERVOU-SE PREVALÊNCIA DO SEXO FEMININO, FAIXA ETÁRIA DE 60 - 69 ANOS, ESTADO CIVIL CASADO, COM 1 A 4 ANOS INCOMPLETOS DE ESTUDO, APOSENTADOS, RENDA FAMILIAR >1-3 SALÁRIOS MÍNIMOS E COM 3-4 PESSOAS NA RESIDÊNCIA. A RELAÇÃO ENTRE O APOIO SOCIAL E AS VARIÁVEIS SOCIODEMOGRÁFICAS IDENTIFICOU-SE SIGNIFICÂNCIA ESTATÍSTICA ENTRE O APOIO SOCIAL COM O SEXO, ESTADO CIVIL E NÚMERO DE MORADORES NA RESIDÊNCIA, DESTACANDO-SE MAIOR ESCORE MÉDIO ENTRE AS MULHERES, CASADOS E RESIDIR COM 5 OU MAIS PESSOAS. NA AVALIAÇÃO DOS DOMÍNIOS DA ESCALA DE APOIO SOCIAL, O MAIOR ESCORE MÉDIO ENCONTRADO FOI NO DOMÍNIO EMOCIONAL E O MENOR FOI NO DOMÍNIO AFETIVO. ESPERA-SE QUE ESSA PESQUISA FACILITE A COMPREENSÃO DA IMPORTÂNCIA DO APOIO SOCIAL PARA A PESSOA IDOSA, HAJA VISTA QUE NÃO É APENAS A FAMÍLIA QUE FORMA A REDE DE APOIO, MAS SIM, TODA A SOCIEDADE.

Veja o artigo completo: PDF