Resumo Trabalho

EFETIVIDADE DA INTERVENÇÃO DA FISIOTERAPIA NA PROMOÇÃO DA SAÚDE E NA PREVENÇÃO DE AGRAVOS EM IDOSOS NÃO INSTITUCIONALIZADOS-REVISÃO DA LITERATURA BRASILEIRA

KARLA MEDEIROS BELÉM e orientado por AUGUSTO CÉSAR ALVES DE OLIVEIRA e orientado por AUGUSTO CÉSAR ALVES DE OLIVEIRA

Introdução: O envelhecimento da população leva a uma transição de uma população jovem para uma população envelhecida, o que faz com que haja uma alteração do panorama epidemiológico relativo à morbidade e a mortalidade, com o aumento na prevalência das doenças crônicas não transmissíveis. O predomínio dessas doenças crônico-degenerativas e suas complicações implicam em duas consequências importantes: explosão da demanda de utilização dos serviços de saúde e geração de alto custo social e econômico. Para promover a saúde do idoso e para prevenir os agravos decorrentes desse envelhecimento, a fisioterapia atua cada vez mais de forma preventiva, ampla e abrangente, envolvendo o cuidador, a família e a sociedade no cuidar gerontológico. Objetivo: Investigar por meio de uma revisão da literatura brasileira a contribuição da intervenção da fisioterapia na promoção da saúde e na prevenção de agravos em idosos não institucionalizados.Metodologia: O delineamento metodológico deste estudo caracterizou-se por uma revisão da literatura brasileira e foi orientado pela busca bibliográfica nas seguintes bases de dados periódicos: SciELO, Google acadêmico e LILACS. Resultados e Discussão: Em todos os sete estudos analisados foram observados benefícios decorrentes da intervenção fisioterápica, comprovados por meio de testes e /ou questionários aplicados após as intervenções.Conclusão: Os artigos analisados por esta revisão da literatura brasileira apontaram que a abordagem da fisioterapia na promoção da saúde dos idosos e na prevenção de agravos destes é eficaz e importante para a saúde do idoso, sendo observados benefícios nos âmbitos pessoal, físico, econômico e social deste.

Veja o artigo completo: PDF