Resumo Trabalho

PERFIL SÓCIODEMOGRÁFICO DE IDOSOS RESIDENTES EM INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA

KARLA SUNAMITA DE OLIVEIRA SANTOS, KERLE DAYANA TAVARES DE LUCENA e orientado por ELAINE CRISTINA TÔRRES OLIVEIRA e orientado por ELAINE CRISTINA TÔRRES OLIVEIRA

Este estudo teve por objetivo identificar, por meio de uma revisão sistemática da literatura, quais as características sociodemográficas e de saúde de idosos que residem em Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI). A seleção dos estudos foi realizada nas bibliotecas virtuais BVS (Biblioteca Virtual em Saúde) e PubMed, utilizando-se o operador blooleano AND, mediante os seguintes descritores: “Idoso [Aged]”, “Instituição de longa permanência para idosos [Homes for the Aged]” e “Saúde do idoso institucionalizado [Health of Institutionalized Elderly]”. Optou-se por selecionar apenas produções na forma de artigo científico, realizados no período de janeiro de 2011 a março de 2017, publicados nos idiomas português e inglês e que respondesse a questão de estudo. Foram selecionados 16 artigos para compor a amostra, dos quais 13 foram estudos desenvolvidos no Brasil. Entre as características sociodemográficas dos residentes em ILPI, observou-se que a maioria dos idosos apresenta 80 anos ou mais, cor branca ou parda, sexo feminino, baixa escolaridade, solteiros ou viúvos e que não têm filhos. Com relação às condições de saúde, verificou-se um predomínio de doenças crônicas não transmissíveis. O processo de envelhecimento acarreta desafios que devem ser enfrentados e o conhecimento do perfil desta população torna-se importante para a promoção de cuidados que visem uma melhor qualidade de vida, um olhar segundo necessidades.

Veja o artigo completo: PDF