Resumo Trabalho

IMUNIDADE DA PESSOA IDOSA: UM ESTUDO DE INFLUÊNCIAS

ANA CLARA COSTA PINHEIRO, DIEGO DO NASCIMENTO SANTANA, PEDRO AFONSO OLIVEIRA DIAS RÊGO, ALEXANDRE BEZERRA SILVA e orientado por IZETE SOARES SILVA DANTAS PEREIRA

O NÚMERO DE IDOSOS VEM AUMENTANDO, CONSIDERAVELMENTE, NO BRASIL, NAS ÚLTIMAS DÉCADAS. NO ENTANTO, MUITAS VEZES, NÃO SE CONSTATA UMA ATENÇÃO ESPECIAL OFERECIDA A ESSE SEGMENTO DA POPULAÇÃO NO QUE DIZ RESPEITO, PRINCIPALMENTE, À VALORIZAÇÃO DA SUA SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA. O ARTIGO TEVE COMO OBJETIVO APRESENTAR AS PUBLICAÇÕES SOBRE A TEMÁTICA, PRIORIZANDO AQUELAS PRODUZIDAS NO BRASIL, ACERCA DE FATORES QUE INFLUENCIAM NA IMUNIDADE DA PESSOA IDOSA, COM O INTUITO, TAMBÉM, DE ORIENTAR AOS PACIENTES E PROFISSIONAIS DA SAÚDE NA BUSCA POR UMA MELHOR QUALIDADE DE VIDA PARA ESSE SEGMENTO DA POPULAÇÃO. A METODOLOGIA UTILIZADA FOI A PESQUISA BIBLIOGRÁFICA A PARTIR DE BUSCAS FEITAS EM SITES DA ÁREA DA SAÚDE COMO SCIELO, LILACS E BVS, BUSCANDO IDENTIFICAR O ESTADO DA ARTE A PARTIR DE ARTIGOS PUBLICADOS NOS ÚLTIMOS 10 ANOS. ENCONTRARAM-SE INFORMAÇÕES DE QUE A CIÊNCIA JÁ SABE, DESDE OS ANOS DE 1960, QUE O SISTEMA IMUNE DESEMPENHA PAPEL FUNDAMENTAL NA RELAÇÃO ENTRE MÁ NUTRIÇÃO, A PRÁTICA DE EXERCÍCIOS FÍSICOS E AS INFECÇÕES. ALÉM DISSO, FATORES EMOCIONAIS COMPROVADAMENTE INFLUENCIAM O PROCESSO DE ENVELHECIMENTO NO QUE DIZ RESPEITO ÀS MUDANÇAS FISIOLÓGICAS, PROVOCANDO LIMITAÇÕES SOFRIDAS POR ESSE PÚBLICO. CONCLUI-SE QUE HÁ NECESSIDADE DE MELHOR CAPACITAÇÃO DOS PROFISSIONAIS QUE LIDAM DIRETAMENTE COM ESSE PÚBLICO NO SENTIDO DE IDENTIFICAR E RECONHECER AS SUAS NECESSIDADES, BUSCANDO ASSIM ATUAR DE FORMA A MELHORAR A SUA QUALIDADE DE VIDA.

Veja o artigo completo: PDF