Resumo Trabalho

ASSOCIAÇÃO ENTRE O PERFIL SOCIODEMOGRÁFICO E SINTOMAS DEPRESSIVOS EM PESSOAS IDOSAS

CLAUDIA JEANE LOPES PIMENTA, THAÍSE ALVES BEZERRA, MATEUS CARNEIRO VICENTE, KAISY MARTINS DE ALBUQUERQUE MADRUGA e orientado por KATIA NEYLA DE FREITAS MACEDO COSTA

OBJETIVO: O PRESENTE ESTUDO TEVE COMO OBJETIVO ASSOCIAR O PERFIL SOCIODEMOGRÁFICO E SINTOMAS DEPRESSIVOS EM PESSOAS IDOSAS. MÉTODO: TRATA-SE DE UMA PESQUISA TRANSVERSAL, COM ABORDAGEM QUANTITATIVA, REALIZADA COMO 141 IDOSOS ATENDIDOS NO SERVIÇO AMBULATORIAL DE GERIATRIA DE UM HOSPITAL-ESCOLA, NA CIDADE DE JOÃO PESSOA, PARAÍBA, BRASIL. OS DADOS FORAM COLETADOS POR MEIO DE ENTREVISTAS INDIVIDUAIS SEMIESTRUTURADAS, UTILIZANDO UM INSTRUMENTO SEMIESTRUTURADO PARA OBTENÇÃO DE DADOS REFERENTES AO PERFIL SOCIODEMOGRÁFICO E A ESCALA DE DEPRESSÃO GERIÁTRICA. RESULTADOS: OBSERVOU-SE A PREVALÊNCIA DO SEXO FEMININO, NA FAIXA ETÁRIA DE 60 A 69 ANOS, CASADOS, COM UM A QUATRO ANOS INCOMPLETOS DE ESTUDO, APOSENTADOS, COM RENDA FAMILIAR ENTRE UM E TRÊS SALÁRIOS MÍNIMOS, QUE RESIDIAM COM TRÊS A QUATRO PESSOAS E SEM SINTOMAS DE DEPRESSÃO. FORAM OBSERVADAS ASSOCIAÇÕES COM SIGNIFICÂNCIA ESTATÍSTICA ENTRE OS SINTOMAS DEPRESSIVOS E AS VARIÁVEIS SEXO E ARRANJO FAMILIAR. CONCLUSÃO: RESULTADOS DO PRESENTE ESTUDO PODEM EXPRESSAR UMA REALIDADE INSTÁVEL, HAJA VISTA QUE A PRESENÇA DE SINTOMAS DEPRESSIVOS SOFRE INFLUÊNCIAS DIVERSAS, PODENDO VARIAR EM DECORRÊNCIA DO TEMPO E DAS EXPERIÊNCIAS VIVENCIADAS.

Veja o artigo completo: PDF