Resumo Trabalho

ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO IDOSO COM DIABETES MELITTUS NA ESTRATEGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

WILLAMES DA SILVA, MARÍLIA JULIANE ALBUQUERQUE ARAUJO, TAYSA DE SOUSA TOLENTINO, RAYSSA BATISTA DE LIMA e orientado por ADRIANA LIRA RUFINO DE LUCENA

DENTRE AS DOENÇAS CRÔNICAS PRESENTE NO IDOSO, ESTÁ O DIABETES MELLITUS. ESTA ENFERMIDADE É UM DOS PRINCIPAIS FATORES DE RISCO CARDIOVASCULAR E CEREBROVASCULAR. O ESTUDO TEM COMO OBJETIVO ANALISAR A CONSULTA DE ENFERMAGEM A PESSOA IDOSA COM DIABETES MELLITUS NO CONTEXTO DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA. TRATA-SE DE UMA PESQUISA DESCRITIVA, EXPLORATÓRIA, COM ABORDAGEM QUANTITATIVA, REALIZADA EM UMA UNIDADE DE SAÚDE DA FAMÍLIA, MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA - PB. A AMOSTRA COMPREENDEU 76 PESSOAS DIABÉTICAS. O PRESENTE ESTUDO RESPEITOU OS ASPECTOS ÉTICOS PRECONIZADOS PELA RESOLUÇÃO COFEN 311/2007 E CNS 466/12. OS RESULTADOS VERIFICARAM QUE (31,6%) SÃO ORIENTADOS EM RELAÇÃO À ALIMENTAÇÃO PARA REDUZIR OS ÍNDICES GLICÊMICOS; (19,8%) NÃO RECEBEM INFORMAÇÕES RELACIONADOS À ATIVIDADE FÍSICA E (19,8%) TAMBÉM NÃO RECEBEM ORIENTAÇÕES SOBE INSPEÇÃO DIÁRIA COM OS PÉS. COM RELAÇÃO AO EXAME FÍSICO (14,5%) INFORMARAM QUE VERIFICAM O PESO; (14,5%) A ALTURA; (69,7%) OS SINAIS VITAIS E APENAS; (1,3%) AVALIAÇÃO DA PERFUSÃO PERIFÉRICA. CONSTATOU-SE QUE A CONSULTA DE ENFERMAGEM NÃO ESTÁ SEGUINDO OS PADRÕES PRECONIZADO PELO MODELO DE ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE. ACREDITA-SE, QUE A ENFERMAGEM AO PÔR EM PRÁTICA SUAS ATRIBUIÇÕES PODEM CONTRIBUIR DE FORMA EFETIVA PARA A MOTIVAÇÃO DOS CUIDADOS DIÁRIOS FRENTE A ESTA ENFERMIDADE E PRINCIPALMENTE, OFERTAR CONTROLE CLÍNICO E UM ENVELHECER BEM-SUCEDIDO.

Veja o artigo completo: PDF