Resumo Trabalho

ATENÇÃO DOMICILIAR EM SAÚDE BUCAL – UM ESTUDO PILOTO

JOSEANE BEATRIZ GURGEL DE MEDEIROS, HUMBERTO MEDEIROS WANDERLEY FILHO, LAIANNE SANTOS BARBOSA DE SOUZA, LUZIA MICHELLE SANTOS e orientado por EUDES EULER DE SOUZA LUCENA

INTRODUÇÃO: O ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO DOMICILIAR É UMA DAS FORMAS DE ATENÇÃO DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA. CONTUDO, A EQUIPE DE SAÚDE BUCAL QUE COMPÕE A UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE DO BAIRRO PARAÍBA (LOCALIZADO EM CAICÓ – RIO GRANDE DO NORTE – BRASIL) NÃO DISPÕE DE UMA AGENDA PROGRAMÁTICA DE VISITAS ODONTOLÓGICAS DOMICILIARES. OBJETIVOS: FEZ-SE NECESSÁRIO UM ESTUDO DESTA POPULAÇÃO PARA O PLANEJAMENTO DE AÇÕES EM SAÚDE BUCAL PARA OS PACIENTES, FAMILIARES E/OU CUIDADORES. MÉTODOS: FOI REALIZADO UM ESTUDO TRANSVERSAL, UTILIZANDO UM QUESTIONÁRIO ESTRUTURADO, ABORDANDO QUESTÕES SOBRE SEIS QUESITOS: PERFIL DO PACIENTE ACAMADO, DO DOMICÍLIO, DO CUIDADOR, DO CONVÍVIO SOCIAL E CONDIÇÃO DE SAÚDE BUCAL. RESULTADOS: A PESQUISA FOI REALIZADA COM 37 PACIENTES; COM A FAIXA ETÁRIA DE 80 ANOS, EM MÉDIA; A MAIORIA SENDO DO SEXO FEMININO (73%); A MAIOR PARTE ESTÁ ACAMADA POR MOTIVOS ORTOPÉDICOS (51,5%) E, O SERVIÇO DE SAÚDE QUE MAIS SE UTILIZA É O PÚBLICO E PARCIALMENTE PRIVADO (54,1%); 73% DOS PACIENTES ENTREVISTADOS APRESENTARAM UM CUIDADOR, E A ÚLTIMA VISITA DOMICILIAR DA EQUIPE DE SAÚDE BUCAL FOI DE, NO MÍNIMO, 2 ANOS; 62,2% DOS PACIENTES APRESENTARAM O ASPECTO DA LÍNGUA SABURROSA E 70,3% DOS PACIENTES APRESENTARAM O GRAU DE HIGIENIZAÇÃO INSATISFATÓRIA. CONCLUSÃO FOI POSSÍVEL CARACTERIZAR OS PACIENTES ACAMADOS DE ACORDO COM SUA CONDIÇÃO ORAL E AINDA PROMOVER SAÚDE ATRAVÉS DAS VISITAS DOMICILIARES. OBSERVOU-SE QUE AINDA É BAIXA A ATUAÇÃO DA EQUIPE DE SAÚDE BUCAL VOLTADA PARA ESSE PÚBLICO, FAZENDO-SE NECESSÁRIO MAIS ESTUDOS SOBRE ESSA TEMÁTICA.

Veja o artigo completo: PDF