Resumo Trabalho

ANÁLISE DO NÍVEL DE PRÁTICA DE EXERCÍCIOS FÍSICOS EM IDOSOS DIABÉTICOS TIPO II E SUAS IMPLICAÇÕES

MARINA MARIA ADELINO FERREIRA, KAMYLLA MYLENA SOUZA BARBOSA, CECÍLIA DOS SANTOS SILVA

ANÁLISE DO NÍVEL DE PRÁTICA DE EXERCÍCIOS FÍSICOS EM IDOSOS DIABÉTICOS TIPO II E SUAS IMPLICAÇÕES INTRODUÇÃO: O DIABETES MELLITUS TIPO 2 É UMA DOENÇA DE CARÁTER PROGRESSIVO, E PORTANTO, MAIS PREVALENTE EM INDIVÍDUOS COM MAIOR FAIXA ETÁRIA. SEUS ÍNDICES TÊM-SE ELEVADO PROPORCIONALMENTE AO AUMENTO DO ENVELHECIMENTO POPULACIONAL. PERDAS COMO DE FORÇA, EQUILÍBRIO CORPORAL E DE MASSA ÓSSEA, CARACTERÍSTICAS DESSA FASE, SÃO AINDA MAIORES NA FALTA DE EXERCÍCIO FÍSICO. ESTE, QUANDO EM DIABÉTICOS TIPO II É CAPAZ DE MELHORAR A SENSIBILIDADE À INSULINA E AUMENTAR A CAPTAÇÃO MUSCULAR DE GLICOSE, REDUZINDO A GLICEMIA CAPILAR, A DE JEJUM E A HEMOGLOBINA GLICOSADA. OBJETIVOS: AVALIAR OS BENEFÍCIOS DO EXERCÍCIO FÍSICO NO QUADRO DE DIABETES MELLITUS TIPO 2 EM IDOSOS. MATERIAL E MÉTODOS: TRATA-SE DE UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA NO PERÍODO DE 2014-2019 SOBRE AVALIAÇÕES DOS BENEFÍCIOS DO EXERCÍCIO FÍSICO EM IDOSOS DIABÉTICOS TIPO II. PARA ISSO, FORAM PESQUISADOS ARTIGOS NA BASE DE DADOS GOOGLE ACADÊMICO UTILIZANDO OS SEGUINTES TERMOS DE FORMA COMBINADA: 1) DIABETES MELLITUS TIPO II; 2) EXERCÍCIO FÍSICO; 3) IDOSOS. RESULTADOS E DISCUSSÃO: O EXERCICIO FÍSICO É RECOMENDADO PARA PACIENTES DIABÉTICOS DO TIPO II, COM FINALIDADE DE DIMINUIR OS NÍVEIS SÉRICOS DA GLICOSE, E CONSEQUENTEMENTE, DO USO DE HIPOGLICEMIANTES ORAIS. ALÉM DISSO, BENEFÍCIOS COGNITIVOS E FÍSICOS TAMBÉM SÃO OBSERVADOS ATRAVÉS DO ATRASO DAS PERDAS ÓSSEAS E NEUROLÓGICAS CARACTERÍSTICAS DA IDADE. CONCLUSÃO: ESTUDOS SOBRE O TEMA AINDA SÃO ESCASSOS, E PORTANTO NECESSÁRIO UM MAIOR ESTÍMULO POR PARTE DA COMUNIDADE CIENTÍFICA.

Veja o artigo completo: PDF