Resumo Trabalho

A IMPORTÂNCIA DO ASSISTENTE SOCIAL PARA O NASF COM OS IDOSOS

SONALLY CRISTINA RIBEIRO DA SILVA, ANTONIA MATOS DOS SANTOS, JOANA DARC OLIVEIRA DA COSTA, LIANDRALOURANYFELIXPONTESSILVA e orientado por ME. CAIO VINÍCIUS DA SILVA

O ENVELHECIMENTO, APESAR DE SER UM PROCESSO NATURAL DA VIDA HUMANA, NÃO OCORRE DE FORMA HOMOGÊNEA. CADA PESSOA IDOSA É UM SER ÚNICO E SOFRE INFLUÊNCIAS EXTERNAS E EXTERNAS A SI. DESSA FORMA, CREMOS QUE AS CONDIÇÕES DA PESSOA IDOSA, AINDA ESTÃO LONGE DE ALCANÇAR UMA VIDA DIGNA, JÁ QUE INFELIZMENTE ELA SOFRE ABANDONO E VIOLAÇÃO DOS SEUS DIREITOS DE CIDADANIA. O MOTIVO PELO QUAL AS PESSOAS IDOSAS SE ENCONTRAM EM ASILOS, É JUSTAMENTE A FALTA DESSE SUPORTE QUE DEVERIA SER DADO PELA FAMÍLIA. AS RAZÕES PARA QUE ISSO OCORRA SÃO DIVERSAS, HÁ DETERMINANTES ECONÔMICOS, PSICOLÓGICOS, AFETIVOS, ETC. A DISCUSSÃO ACERCA DESSA TEMÁTICA É FEITA NO SENTIDO DE QUE ELA SERVE PARA MELHOR COMPREENDERMOS OS FENÔMENOS E COMPORTAMENTOS APRESENTADOS PELAS PESSOAS IDOSAS, E COMO SE DÁ O TRABALHO DO PROFISSIONAL DE SERVIÇO SOCIAL NA INSTITUIÇÃO ASILAR.PARA ESSE PROFISSIONAL, É IMPRESCINDÍVEL CONHECER DE PERTO ESSA REALIDADE VIVENCIADA PELAS PESSOAS IDOSAS E A REPRESENTAÇÃO SOCIAL PERMITE ESSE CONHECIMENTO. ASSIM, PARA QUE O AUMENTO DA LONGEVIDADE, SERÁ NECESSÁRIO A INTERVENÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL ATRAVÉS DA ELABORAÇÃO E EXECUÇÃO DE POLÍTICAS, PROGRAMAS E PROJETOS PARA O ENFRENTAMENTO DA QUESTÃO DA VELHICE, NO SENTIDO DE PROMOVER UM ENVELHECIMENTO DIGNO E SUSTENTÁVEL CONTEMPLATIVOS DOS DIREITOS E DAS NECESSIDADES DESSAS PESSOAS IDOSAS E QUE CONTRIBUAM, AINDA, PARA ROMPER COM A PERCEPÇÃO PRINCIPALMENTE DAS FAMÍLIAS E POSTERIORMENTE COM OS MITOS E PRECONCEITOS ENRAIZADOS NA NOSSA SOCIEDADE. POR FIM, DEVEMOS ESCLARECER QUE, QUANDO A FAMÍLIA DO IDOSO NÃO CUIDA DESTE, ELA TAMBÉM PRECISA DE CUIDADOS, A AÇÃO DO ASSISTENTE SOCIAL, NESTA PERSPECTIVA, DEVE SER REALIZADA JUNTO À ESSA FAMÍLIA, À COMUNIDADE EM QUE O IDOSO ESTÁ INSERIDO, À SOCIEDADE PARA QUE ELA ENTENDA QUE A PESSOA IDOSA TEM SUAS LIMITAÇÕES, ENFIM, CONSIDERAR TODOS OS ASPECTOS ECONÔMICOS, POLÍTICOS E SOCIAIS QUE NORTEIAM A QUESTÃO DO IDOSO.

Veja o artigo completo: PDF