Resumo Trabalho

FATORES ASSOCIADOS A DEPRESSÃO EM IDOSOS: REVISÃO INTEGRATIVA

CAMILA ARRUDA DE QUEIROZ LOMBARDI, GABRIEL NUNES MACHADO DE OLIVEIRA, HELOYSA WALESKA SOARES FERNANDES, MAYSE GABRIELLE DE LIMA BARBOSA e orientado por ANA SUERDA LEONOR GOMES LEAL

O ENVELHECIMENTO É UM FENÔMENO MUNDIAL E CRESCENTE, O QUAL ESTÁ ATRELADO A DIVERSAS MUDANÇAS FISIOLÓGICAS, PSICOLÓGICAS E TAMBÉM SOCIAIS. A DEPRESSÃO, CONSIDERADA O MAL DO SÉCULO POSSUI UMA NATUREZA MULTIFATORIAL E É A DOENÇA PSIQUIÁTRICA MAIS COMUM EM IDOSOS. O PRESENTE ESTUDO, TEM COMO OBJETIVO IDENTIFICAR OS FATORES ASSOCIADOS A DEPRESSÃO EM IDOSOS A PARTIR DE UMA REVISÃO INTEGRATIVA. FORAM CONSULTADAS AS BASES DE DADOS PUBMED, SCOPUS E CINAHL CUJA AMOSTRA DE 31 ARTIGOS EVIDENCIOU FATORES ASSOCIADOS A DEPRESSÃO EM IDOSOS COMO: A PERCEPÇÃO DA TRISTEZA, CONDIÇÕES DE SAÚDE, POLIFARMÁCIA, ESTADO CIVIL E CLASSE SOCIAL. ESPERA-SE QUE OS RESULTADOS DESTA REVISÃO CONTRIBUAM COM A COMUNIDADE CIENTÍFICA. NESSE SENTIDO, A ENFERMAGEM INSERE-SE NA EQUIPE MULTIDISCIPLINAR, COLABORANDO COM A PROMOÇÃO DE SAÚDE ATRAVÉS DE ATIVIDADES EDUCATIVAS QUE ACRESCENTEM VIDA ATIVA AOS IDOSOS DIAGNOSTICADOS COM DEPRESSÃO.

Veja o artigo completo: PDF