Resumo Trabalho

A VALORIZAÇÃO E O USO DAS PLANTAS MEDICINAIS PELOS IDOSOS: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

JOÃO HENRIQUE BARBOSA NETO, GABRIEL DE OLIVEIRA GONÇALVES, DÉBORA DE SOUZA LUCENA e orientado por SAULO RIOS MARIZ

O USO DE PLANTAS MEDICINAIS (PM) POR IDOSOS REPRESENTA UMA ESTRATÉGIA EFICIENTE PARA O DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES QUE VISEM O CUIDADO INTEGRAL DO USUÁRIO, PRINCIPALMENTE QUANDO SE ATENTA À TRANSIÇÃO EPIDEMIOLÓGICA QUE O BRASIL VIVENCIA CONCOMITANTEMENTE À SUA TRANSIÇÃO DEMOGRÁFICA. DIANTE DISSO, OS PROFISSIONAIS DE SAÚDE DEVEM BUSCAR O CONHECIMENTO QUE OS IDOSOS DETÊM DO ASSUNTO, PARA FUNDAMENTAR OU REFUTAR A RECOMENDAÇÃO DO USO DE PM JUNTAMENTE DOS TRABALHOS CIENTÍFICOS, SENDO ESSE O OBJETIVO DESSE ESTUDO. OS RESULTADOS MOSTRARAM QUE EXISTEM DIFERENÇAS ENTRE AS ESPÉCIES DE PM UTILIZADAS EM CADA REGIÃO DO PAÍS, ASSIM COMO EXISTEM DISPARIDADES NA ATRIBUIÇÃO DA IMPORTÂNCIA DESSAS ESPÉCIES VEGETAIS NO COTIDIANO E NO PROCESSO SAÚDE-DOENÇA COMPREENDIDO PELO USUÁRIO, ALÉM DE PROBLEMAS RELACIONADOS AO USO DESSAS PM PELO DESCONHECIMENTO DE ALGUNS ASPECTOS RELEVANTES À SUA UTILIZAÇÃO. ASSIM, É NECESSÁRIO QUE PRÁTICAS EDUCATIVAS SEJAM POSTAS EM PRÁTICA PARA DISSEMINAR O CONHECIMENTO E O USO RACIONAL DE PM, BEM COMO, É IMPRESCINDÍVEL QUE OS PROFISSIONAIS BUSQUEM CAPACITAÇÕES PARA PROMOVER UM CUIDADO ADEQUADO COM RELAÇÃO ÀS PM.

Veja o artigo completo: PDF