Resumo Trabalho

AS POLÍTICAS SOCIAIS, PÚBLICAS PARA A POPULAÇÃO IDOSA NA ATUAL CONJUNTURA DE DESMONTES

NIRLEIDE DANTAS LOPES, INGRIDY LAMMONIKELLY DA SILVA LIMA, RAPHAELA BESERRA RAMALHO e orientado por MARIA APARECIDA RAMOS DE MENESES

A POPULAÇÃO IDOSA É CONSTITUÍDA POR PESSOAS QUE POSSUEM NO SEU HISTÓRICO DE VIDA UMA LONGA CAMINHADA DE PRODUÇÃO, REPRODUÇÃO SOCIAL E DE CONTRIBUIÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DA SOCIEDADE NA ORDEM DO CAPITAL. TODAVIA, O PAPEL SOCIAL QUE ESSA POPULAÇÃO POSSUÍA ANTERIORMENTE ALTERA-SE COM OS NOVOS PROCESSOS DE ENVELHECIMENTO, JUSTIFICANDO A NECESSIDADE DE POLÍTICAS SOCIAIS E PÚBLICAS DE ENFRENTAMENTO ÀS VICISSITUDES DESTA ETAPA DA VIDA. O ENVELHECIMENTO É UMA “QUESTÃO SOCIAL” E PRECISA DE COMPROMISSO POR PARTE DO ESTADO PARA QUE SEJA GARANTIDO COM QUALIDADE DE VIDA, DIGNIDADE E PLENO EXERCÍCIO DA CIDADANIA. EM SENDO ASSIM, ESTE ARTIGO ABORDA A IMPORTÂNCIA DE TAIS POLÍTICAS PARA A POPULAÇÃO IDOSA E ANALISA OS DESAFIOS DE SUA MATERIALIZAÇÃO DIANTE DA ATUAL CONJUNTURA DE DESMONTE DE DIREITOS NO BRASIL. TRATA-SE POIS DE UM ENSAIO TEÓRICO, CUJA PESQUISA É DE NATUREZA BIBLIOGRÁFICA A PARTIR DA CONCEPÇÃO METODOLÓGICA DO MATERIALISMO HISTÓRICO E DIALÉTICO.

Veja o artigo completo: PDF