Resumo Trabalho

PERFIL DOS IDOSOS EM TERAPIA HEMODIALÍTICA EM SERVIÇO DE NEFROLOGIA NA PARAÍBA

LAÍS CLARK DE CARVALHO BARBOSA, DANIELLE SUASSUNA ALENCAR, LOUISE CABRAL GOMES , BRUNO LEITE RAMALHO e orientado por CECÍLIA NETA ALVES PEGADO GOMES e orientado por CECÍLIA NETA ALVES PEGADO GOMES

Com o aumento da expectativa de vida em todo mundo, a população de idosos vem crescendo gradativamente. O envelhecimento populacional representa um dos fatores que evidencia o crescimento do número de pacientes em terapia renal substitutiva nos últimos anos. O estudo tem como objetivo analisar o perfil de idosos em tratamento de hemodiálise e em um Serviço de Nefrologia na Paraíba. Trata-se de uma pesquisa documental e transversal de natureza quantitativa, realizado a partir da análise de 100% dos prontuários dos pacientes em tratamento hemodialítico, analisados no período entre janeiro de 2017 a setembro de 2017. Como instrumento de coleta de pesquisa foi utilizado um roteiro para a coleta indireta de dados primários provenientes dos 34 prontuários existentes no setor de nefrologia. Os dados obtidos foram registrados em números absolutos e relativos, apresentados em gráficos, processados eletronicamente em planilhas dinâmicas, no Software Microsoft EXCEL 2010.Os resultados obtidos apontam que a maioria dos pacientes estudados com idade idade acima de 60 anos, são do sexo masculino e que fazem tratamento hemodialítico por meio de convênio médico. Este estudo possibilitou maior conhecimento do perfil dos pacientes idosos em terapia hemodialítica, o que se mostra relevante para a implementação de políticas públicas no âmbito da saúde, e que sirva de subsídio para elaboração de estratégias e intervenções para o controle das doenças bases percussoras da DRC, bem como, para os serviços de terapia renal substitutiva e equipes multidisciplinares que prestam assistência ao portador de doenças renais, no âmbito estadual.

Veja o artigo completo: PDF