Resumo Trabalho

REPERCUSSÕES CLÍNICAS DO TREINAMENTO DE MUSCULATURA INSPIRATÓRIA EM PACIENTE COM APNEIA OBSTRUTIVA DO SONO: UM ESTUDO DE CASO.

ADÍLIA KAROLINE FERREIRA SOUZA, HEITOR GOMES DE ARAÚJO FILHO e orientado por ANNA MYRNA JAGUARIBE DE LIMA e orientado por ANNA MYRNA JAGUARIBE DE LIMA

A apneia obstrutiva do sono(AOS) é uma doença crônica e incapacitante, caracterizadas por pausas respiratórias totais ou parciais durante o sono. Suas repercussões clínicas podem interferir em vários aspectos cardiorrespiratórios e sociais do paciente com esse distúrbio. O treinamento de musculatura respiratória tem sido utilizado como estratégia terapêutica em várias patologias para melhoria de variáveis clínicas importantes nesse quesito e por isso avaliamos tais repercussões em uma paciente com AOS. Metodologia: A paciente treinou com aparelho específico durante doze semanas e foi avaliada gravidade da AOS, força da musculatura respiratória, função pulmonar, capacidade funcional, qualidade do sono e sonolência diurna. Resultados e discussões: foram percebidas diferenças nos exames pré e pós treinamento, como o índice de apneia hipopneia (IAH) que variou de 25 (moderada) para 10 (leve). Conclusão: O protocolo de TMI empregado foi capaz de causar repercussões clínicas positivas e pode ser entendido como uma possibilidade de tratamento coadjuvante na AOS.

Veja o artigo completo: PDF