Resumo Trabalho

MANEJO DE ÚLCERA VENOSA HEMATOLÓGICA EM MEMBRO INFERIOR DE IDOSA: RELATO DE EXPERIÊNCIA

ALANA DE ALMEIDA MOTA , ISABEL ARAÚJO DA SILVA, ERYCA THAÍS OLIVEIRA DOS SANTOS e orientado por JOSÉ DIAS DE LIMA e orientado por JOSÉ DIAS DE LIMA

Este artigo trata-se de um relato de experiência sobre o manejo de úlcera venosa em uma paciente idosa de 65 anos, diagnosticada com anemia carencial e insuficiência venosa. Úlceras venosas são comuns na população, causando significante impacto social e econômico devido a sua natureza recorrente e ao longo tempo decorrido entre sua abertura e cicatrização. Esse tipo de úlcera é mais comum com o avançar da idade, com prevalência máxima estimada dos sessenta aos oitenta anos de idade. O objetivo do trabalho foi relatar o tratamento da lesão à longo prazo. Foram realizados atendimentos ambulatoriais quinzenais, no período de março de 2016 a agosto de 2017. Durante as consultas foram realizados desbridamentos mecânico e autolítico, através do uso de hidrocolóides, bem como foram corrigidos os déficits de ferro e vitamina C, componentes importantes para o processo cicatricial. Após a realização dos procedimentos era esclarecido à família, na pessoa do acompanhante e à paciente sobre os devidos cuidados para com o curativo, certificando-se do entendimento das mesmas através de perguntas sobre o esclarecido anteriormente. Essa atividade proporcionou uma reflexão entre docente, discentes e profissionais da unidade, acerca da importância do tratamento da úlcera venosa e de ações de educação em saúde a serem intensificadas para promoção da saúde da população idosa.

Veja o artigo completo: PDF