Resumo Trabalho

DIFICULDADES ENFRENTADAS PELOS IDOSOS COM ESTOMIAS PARA EXERCER O AUTOCUIDADO

LORENA BRITO DO O, JULLIANA FERNANDES DE SENA, SUENIA S M XAVIER e orientado por ISABELLE KATERINNE FERNANDES COSTA

INTRODUÇÃO: A ESTOMIA É A EXTERIORIZAÇÃO DE UMA PARTE DO CORPO, QUE DEPENDENDO DO LOCAL ONDE SERÁ IMPLANTADA, TERÁ O INTUITO DE ELIMINAR FEZES OU URINA. UM DOS FATORES ASSOCIADO A ESTOMIA É O AUTOCUIDADO, POIS É NECESSÁRIO PARA FORMAÇÃO DA INDEPENDÊNCIA DO INDIVÍDUO. OBJETIVO: IDENTIFICAR AS DIFICULDADES ENCONTRADAS NOS IDOSOS EM REALIZAR O AUTOCUIDADO. METODOLOGIA: TRATA-SE DE UM ESTUDO TRANSVERSAL, REALIZADO POR MEIO DE UMA ENTREVISTA COM IDOSOS COM ESTOMIA DE ELIMINAÇÃO INTESTINAL NO CENTRO DE REABILITAÇÃO INFANTIL E ADULTO DO RIO GRANDE DO NORTE (CRI/CRA) EM NATAL. NO PERÍODO DE 17 DE JULHO DE 2017 A 31 DE OUTUBRO DE 2017 COM 74 ENTREVISTADOS. RESULTADOS: DOS 74 PARTICIPANTES, 43,2% DOS IDOSOS JOVENS E 13,5% DOS IDOSOS MAIS VELHOS REALIZAVAM A TROCA DA BOLSA SOZINHOS, JÁ 13,5% DOS IDOSOS JOVENS E 1,4% DOS IDOSOS MAIS VELHOS AFIRMARAM PRECISAR DE AJUDA, ASSIM COMO 17,6% DOS IDOSOS JOVENS E 10,8% DOS IDOSOS MAIS VELHOS DEIXAVAM UM CUIDADOR OU ALGUM FAMILIAR EXECUTAR A TROCA. SENDO O COMPROMETIMENTO EMOCIONAL (25%) O FATOR MAIS RELEVANTE COMO DIFICULDADE PARA QUE OS MESMOS REALIZASSEM O CUIDADO. CONCLUSÃO: O ESTUDO REVELA QUE OS IDOSOS APRESENTAM CONDIÇÃO FÍSICA E MOTORA PARA DESEMPENHAR O AUTOCUIDADO, PORÉM AINDA NÃO É ALCANÇADO PELA MAIORIA.

Veja o artigo completo: PDF