Resumo Trabalho

SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM UMA IDOSA COM ADENOCARCINOMA DE RETOSSIGMOIDE: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

ALICE MARIA BARBOSA DA SILVA, BÁRBARA MARIA LOPES DA SILVA BRANDÃO e orientado por THAISA DE FARIAS CAVALCANTI SANTOS e orientado por THAISA DE FARIAS CAVALCANTI SANTOS

RESUMO: INTRODUÇÃO:O câncer é uma expressiva causa de adoecimento e óbito no Brasil. Como a forma de envelhecer vem se modificando, o envelhecimento está se tornando cada vez mais presente nas sociedades atuais, colaborando consideravelmente para o impacto do câncer a nível mundial. Tendo em vista a incidência contínua dos casos de câncer e o progressivo aumento da população idosa no país, destaca-se a importância e necessidade de profissionais de enfermagem capacitados para conseguir desenvolver de modo correto o Processo de Enfermagem (PE), visando garantir uma assistência adequada e eficaz. METODOLOGIA:Trata-se de um estudo descritivo, de abordagem qualitativa, do tipo relato de experiência desenvolvido a partir da percepção e das vivências das alunas em relação à paciente retratada no presente estudo. RESULTADOS E DISCUSSÃO:Durante o estágio na Clínica Médica, as discentes de enfermagem tiveram a oportunidade de realizar diversos procedimentos, incluindo exames físicos e evoluções. Em um desses momentos, a vivência do estágio se deu com a paciente do estudo, V.F.P.N., sexo feminino, 66 anos, casada, natural de Goiana, 43º DIH, portadora de hipertensão, diabetes mellitus e adenocarcinoma de retossigmoide, que estava acompanhada de seu esposo. Na anamnese, apesar da condição clínica, V.F.P.N. demonstrava-se muito colaborativa aos profissionais do serviço, sobretudo às acadêmicas. Contudo, em determinados dias, a paciente se recusava a realizar alguns procedimentos, como a fisioterapia respiratória, devido às fortes dores associadas ao adenocarcinoma. Como forma de aproximação, as acadêmicas buscaram fornecer uma comunicação e um ambiente mais agradável com a paciente através de músicas, escuta ativa e até orações que pudessem minimizar o sofrimento diante do quadro clínico. No penúltimo dia de estágio as discentes, sob supervisão e auxílio da docente responsável pela prática, puderam realizar pela primeira vez o banho no leito e, mediante uma prática tão rotineira para a enfermagem, foi possível identificar o sentimento de satisfação na paciente, especialmente no que diz respeito ao conforto e sensação de bem-estar. Ao término do procedimento, as acadêmicas efetuaram a evolução de enfermagem e traçaram diagnósticos de enfermagem de acordo com a taxonomia da NANDA. CONCLUSÕES:Por meio desse estudo, sublinha-se a importância de prestar uma assistência de Enfermagem integral, uma vez que a SAE é uma ferramenta científica que orienta a prática clínica do enfermeiro e de sua equipe, facilitando e potencializando a efetividade do cuidado de forma holística. Outrossim, consoante a oncologia, o idoso também necessita de um cuidado especializado e, observou-se que ao realizar uma assistência humanizada foi possível atenuar o sofrimento relacionado à doença e melhorar o quadro psicológico da paciente.

Veja o artigo completo: PDF