Resumo Trabalho

INCIDÊNCIA DE INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO EM IDOSOS EM UMA UNIDADE DE INTERNAMENTO DE UM HOSPITAL DE MÉDIO PORTE

NAYANE NAYARA DO NASCIMENTO GALDINO, MARIA ANDRELLY MATOS DE LIMA, DANIELLY ALVES MENDES BARBOSA e orientado por ISABELLA JOYCE SILVA DE ALMEIDA e orientado por ISABELLA JOYCE SILVA DE ALMEIDA

A infecção no Trato Urinário (ITU) é ocasionada, principalmente, pela bactéria Escherichia coli, acometendo mais o sexo feminino, devido a fatores anatômicos. Há outros fatores contribuintes para alta incidência em idosos, como alteração da microbiota vaginal protetora pré-menopáusica e diminuição da atividade bactericida das secreções prostáticas. Em ambos os sexos, a sondagem vesical e bexiga neurogênica. Objetivo: avaliar a prevalência de ITU em pacientes idosos admitidos na Clínica médica de um hospital em Vitória de Santo Antão-PE. Metodologia: Estudo descritivo, documental, retrospectivo de abordagem quantitativa. Dados coletados de prontuários dos pacientes internos da Clínica médica de um hospital de médio porte no Município de Vitória de Santo Antão- PE. A coleta ocorreu no mês de agosto de 2017. As variáveis observadas foram quantidade de casos, sexo e faixa etária, que foram analisas através de estatística descritiva. Resultados: Observou-se que dos 37 pacientes admitidos, 11 tinham ITU. Das 20 mulheres 6 (30%) e dos 17 homens 5 (29,41%) apresentavam a doença. Discussão: A alta incidência de ITU em idosos pode ser relacionada à hidratação inadequada, anormalidade funcional anatômica, obstrução, incontinência urinária, imunossupressão, má higiene, troca de sondas e cateteres irregularmente ou quando o paciente é inábil no autocuidado eficaz e continuado, realidade de muitos idosos. Conclusão: Com o avanço da idade, além das alterações anato-fisiológicas, a manutenção da vida e do bem estar tendem a ficar comprometidos, pois as habilidades para o autocuidado tornam-se insuficientes para satisfazer as necessidades de vida diária, consequentemente isso requer uma atenção maior por parte da enfermagem e da família.

Veja o artigo completo: PDF