Resumo Trabalho

DESENVOLVIMENTO COGNITIVO NA VIDA ADULTA TARDIA: O RESGATE DA AFETIVIDADE NA MEMÓRIA EM RETALHO

INGRID SILVA DE MELO, EMANUELLY PEREIRA LUNA, VANNESSA GALINDO DA SILVA, KLIVIA DANIELLY SILVA MARCOLINO e orientado por HALLINE IALE BARROS HENRIQUES

O TRABALHO EM QUESTÃO CONTEMPLA O DESENVOLVIMENTO COGNITIVO NA VIDA ADULTA TARDIA, POR MEIO DA APLICAÇÃO DA OFICINA MEMÓRIA EM RETALHO, A QUAL FOI UTILIZADA COMO FERRAMENTA DE RESGATE A AFETIVIDADE VIVENCIAL DO PÚBLICO ALVO. O OBJETIVO DO ESTUDO É INVESTIGAR OS PROCESSOS COGNITIVOS DOS IDOSOS NO DECORRER DA ATIVIDADE E, TRABALHAR SUAS POTENCIALIDADES, INSTIGANDO-LHES NESTE INTERCURSO A ATIVAÇÃO DESTES PROCESSOS ATRELADOS AOS ASPECTOS EMOCIONAIS. TRATA-SE DE UM RELATO DE EXPERIÊNCIA, EM QUE A APLICAÇÃO DA DINÂMICA DE APRESENTAÇÃO E DA OFICINA, ASSIM COMO O ENCERRAMENTO CONSTITUÍRAM AS ETAPAS DESTE MOVIMENTO. OS RESULTADOS CONFIRMAM ESTUDOS ANTERIORES AO EVIDENCIAR QUE A MEMÓRIA DE LONGO PRAZO SOFRE POUCAS ALTERAÇÕES, SENDO VISLUMBRADO A RELEVÂNCIA DOS VÍNCULOS FAMILIARES E LAÇOS SOCIAIS. FOI POSSÍVEL IDENTIFICAR QUE A VELHICE NÃO ESTÁ NECESSARIAMENTE ASSOCIADA A DEPRESSÃO, SENDO PASSÍVEL DE RESSIGNIFICAÇÃO. ADEMAIS, POR MEIO DO PRESENTE TRABALHO, TORNOU-SE CLARO QUE OS LIMITES EXISTENTES NESTA FAIXA ETÁRIA, EMBORA EXISTENTES, NÃO VETAM AS POTENCIALIDADES E A OPORTUNIDADE DE RELATOS DE EXPERIÊNCIAS DE SUAS HISTÓRIAS FOMENTAM A POSSIBILIDADE DE SER DESSES SUJEITOS.

Veja o artigo completo: PDF